Casa de Brusque lança nova edição do anuário Notícias de Vicente Só

Neste ano, destaque principal é o artigo que fala dos 90 anos do Seminário de Azambuja

Casa de Brusque lança nova edição do anuário Notícias de Vicente Só

Neste ano, destaque principal é o artigo que fala dos 90 anos do Seminário de Azambuja

Na noite desta segunda-feira, 27, a Casa de Brusque, com apoio da Fundação Cultural, lançou a 65ª edição do anuário “Notícias de Vicente Só – Brusque e Região”, em uma cerimônia realizada na mansão que foi de Cônsul Carlos Renaux, na avenida Primeiro de Maio.

Nesta edição, a revista que completa 40 anos, traz como destaque o artigo do padre Eder Claudio Celva sobre os 90 anos do Seminário de  Azambuja, além de diversos outros temas como a história do cinema em Brusque, o clube filatélico brusquense, e também homenagens às historiadoras brusquenses Maria Luiza Renaux e Giralda Seyfert, falecidas neste ano.

O presidente do conselho editorial da Casa de Brusque, responsável por confeccionar o anuário, Ricardo Engel, destaca que nesta edição, a publicação ganhou mais corpo e conta com 182 páginas. “Estamos com um número recorde de páginas”, diz.

Exemplares podem ser adquiridos na Casa de Brusque por R$ 20 | Foto: Bárbara Sales

Ele ressalta que a revista Notícias de Vicente Só nasceu por uma iniciativa de Ayres Gevaerd que criou a publicação com o objetivo de levar ao conhecimento da população de Brusque e região documentos do período colonial de Brusque e também das primeiras décadas da República. “Ele queria mostrar esses documentos, as atas, correspondências, os pedidos da população naquela época. Foi uma forma de contribuir para que nossa história não caia no esquecimento”.

Com o passar dos anos, a revista foi se modernizando e também abriu espaço para os escritores e pesquisadores locais, com artigos dos mais variados temas. “É uma forma de valorizar essas pessoas que atuam para que a nossa história não fique esquecida, porém, continuamos mantendo a tradição de transcrever e traduzir documentos históricos”.

Nesta edição, por exemplo, há a transcrição de documentos oficiais da colônia de Brusque datados de 1871 e que foram transcritos pela historiadora Luciana Paza Tomasi.

Foram impressos 500 exemplares do anuário que estarão disponíveis na Casa de Brusque, no valor de R$ 20. Todo o valor arrecadado com a venda da publicação será revertido para a Casa de Brusque. A revista teve o patrocínio da prefeitura com recursos do Fundo Municipal de Apoio à Cultura.

Junto com o lançamento do Notícias de Vicente Só, também foi realizado o seminário temático História e Cultura Regional, promovido pela Unifebe.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio