Casa do Papai Noel resgata espírito natalino para pessoas de todas as idades

Trio formado por Papai Noel, Mamãe Noel e um duende arteiro se despede nesta sexta-feira, 22

Casa do Papai Noel resgata espírito natalino para pessoas de todas as idades

Trio formado por Papai Noel, Mamãe Noel e um duende arteiro se despede nesta sexta-feira, 22

Na praça Barão de Schneeburg, a partir das 16h, luzes começam a piscar nas árvores, músicas natalinas começam a tocar e aquela casa branca e vermelha, toda decorada e enfeitada, é aberta. É mais um dia de visitar a Casa do Papai Noel.

O lugar começou a receber visitas no último dia 8 e encerra sua atividades na próxima sexta-feira. Lá, Papai Noel, Mamãe Noel e o leal duende ajudante fizeram a alegria das famílias e atenderam centenas de crianças, que fazem pedidos, entregam cartas e tiraram fotos.

Pela segunda vez recebendo o público, o Papai Noel de codinome “Aladdin” chega à reta final com a sensação de dever cumprido. “É muito gratificante ver a alegria das crianças e dos pais. É fácil para qualquer pessoa apenas se vestir de Papai Noel, mas interagir com as crianças com carisma e dedicação faz o trabalho ser diferente”, explica.

Numa semana em que a temperatura em Brusque atingiu 36°C, o bom velhinho não se deixa abater pelo forte calor e continua vestindo seu traje de inverno tradicional vermelho, com a típica barba longa. “O calor é escaldante, mas só o fato de causar o sorriso em uma criança vale a pena, é algo imensurável”, garante.

O duende Luiz Fernando, de 12 anos, rouba a cena desde a última terça-feira, 19, na Casa do Papai Noel. Travesso, o ajudante do Papai Noel faz mímicas, cumprimenta os visitantes com estilo, entrega balas para toda a família e arranca risadas de quem passa pela casa. “Estou curtindo bastante minhas palhaçadas”, conta Luiz.

Quando foi perguntado se pretende um dia herdar o posto de Papai Noel, ele negou na hora: “Não, não pretendo não! Ser duende é muito mais legal!”. E Luiz quebra o protocolo natalino nos seus pedidos: “Dinheiro, paz e não levar castigo!”, brinca o garoto-duende, que, quando não está ajudando o bom velhinho, estuda e tem matemática e educação física como matérias preferidas.

A Mamãe Noel tem atendido crianças há gerações em diversas cidades. São 30 anos sendo a verdadeira mãezona natalina. Para cada criança que vai visitá-los, ela dá conselhos sobre bom comportamento e pede para que elas obedeçam aos seus pais. “A Mamãe Noel gosta de interagir com as crianças e de ajudar a educar. É um trabalho emocionante, muito gratificante, poder ajudar a resgatar um pouco deste espírito de Natal”.

Em 2017, uma história especial marcou a estadia de Papai Noel, Mamãe Noel e do duende. Na ocasião, uma criança de 8 anos, muito emocionada, abraçou os personagens. “Quando perguntamos o que estava acontecendo, ela simplesmente disse que estava feliz de ver que o Natal não morreu, e adorou o retorno da Mamãe Noel. Ela pediu paz, saúde e muita união para minha família”, conta a “boa velhinha”, que pretende reencontrar a criança e tirar novas fotos para recordação.

De acordo com o diretor de Turismo de Brusque, Norberto Maestri, o Kito, a visitação à Casa do Papai Noel superou as expectativas: “O povo tem gostado muito, a praça ficou mais bonita e mais viva. Não esperávamos um movimento tão grande”.

A Casa do Papai Noel estará aberta até esta sexta-feira, das 16h às 22h.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio