Conteúdo exclusivo para assinantes

Casal acusado de tentar matar homem no Nova Brasília será levado a júri popular

Carlos Vorgerau e Andreia Atanazio são acusados de cometerem o crime contra Martone de Jesus, em abril

Casal acusado de tentar matar homem no Nova Brasília será levado a júri popular

Carlos Vorgerau e Andreia Atanazio são acusados de cometerem o crime contra Martone de Jesus, em abril

O casal Carlos Roberto Vorgerau e Andreia Ivone Atanazio serão levados a júri popular por tentativa de homicídio contra Martone de Jesus. A sentença de pronúncia foi deferida pelo juiz Edemar Leopoldo Schlösser em 1º de setembro.

O crime do qual são acusados foi cometido em 4 de abril, próximo ao meio-dia, na rua Ervino Niebuhr, no Nova Brasília, enquanto a vítima estava parada em sua motocicleta nas proximidades da escola do bairro.

Segundo a denúncia, a vítima e Andreia tiveram um relacionamento extraconjugal até o ano passado. Entretanto, um dia antes do crime, Andreia esteve na casa de Jesus, onde ocorreu um desentendimento e o chinelo do filho dela ficou no local. Com intuito de devolver o chinelo, a vítima resolveu ir até a escola do menino para entregar o objeto para Andreia.

Porém, quando ela chegou e viu a vítima na motocicleta, ligou para o marido para armarem uma emboscada. Andreia então saiu do veículo e partiu para cima de Jesus, que caiu no chão. Quando o capacete caiu da cabeça do homem, ela o pegou e passou a agredi-lo na cabeça com o objeto.

Neste momento, o marido de Andreia saiu detrás de um Fusca com um facão em mãos e passou a golpear a vítima. Ela segurou as pernas do homem, impossibilitando a defesa. Algumas pessoas que tentaram chegar perto para afastar os agressores foram ameaçados pela mulher.

As agressões duraram cerca de 10 minutos, até que uma pessoa conseguiu chegar perto e separar o casal da vítima. A Polícia Militar foi acionada e prendeu Andreia em flagrante. O marido dela fugiu com o Fusca, mas foi preso por volta das 20h pela Polícia Militar na rua Victor Meirelles, no Santa Rita.

O júri popular deverá ocorrer em data a ser definida pela Vara Criminal de Brusque.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio