Casal de golpistas engana mulher em Brusque

Silvia Ferreira Padilha perdeu R$ 700, documentos pessoais e um Iphone 4

Casal de golpistas engana mulher em Brusque

Silvia Ferreira Padilha perdeu R$ 700, documentos pessoais e um Iphone 4

Silvia Ferreira Padilha, 27 anos, foi vítima de um golpe, na tarde de sexta-feira, 29 de novembro, no Centro de Brusque. Ela conta que havia saído de uma agência bancária, onde sacou R$ 700. Ela caminhava pelo Centro, em direção à Casas Bahia quando foi abordada por uma mulher com uma nota promissória e um cheque, dizendo que era dela.

Nesse momento, um homem veio perto delas e disse que havia deixado cair alguma coisa. Sílvia entregou para ele o que a mulher havia lhe dado. Por gratidão as duas mulheres, ele disse que daria um par de sapatos para cada uma.

Segundo a vítima, ele disse ser filho do dono de uma loja de calçados que foi recém inaugurada. Além disso, o homem disse ser evangélico e que colocaria o nome delas em oração. Sílvia conta que negou, porém a mulher disse que conhecia a loja. Ele as levou até a travessa Guilherme Krieger, e pediu para que esperassem, pois buscaria um vale de R$ 100 para cada uma.

Minutos depois, voltou com um vale de R$ 200 e entregou para a mulher e mandou que fosse trocar pelo sapato. Como ela disse que voltaria onde estavam, ele pediu para ela deixar a bolsa, como garantia. Ela foi e voltou com um par de sapatos em uma sacola, mais R$ 35 e um novo vale de R$ 100. Ela entregou o vale para Sílvia ir trocar, porém ela se negou e disse que iria outra hora.

A mulher disse que o dono da loja estava esperando por ela e que era para ela devolver a nota promissória. Mas, como estava levando algo de valor, deveria deixar também a bolsa com eles. Sílvia negou, mas após pressão, deixou a bolsa.

Cinco minutos depois, ela percebeu que era algo suspeito e quando voltou, os dois não estavam mais lá. Sílvia diz que dentro da bolsa havia o dinheiro sacado, documentos pessoais e um Iphone 4. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio