Conteúdo exclusivo para assinantes

Casal de Guabiruba conhece as 295 cidades de Santa Catarina em dois anos

Leonardo e Sandra Fischer percorreram mais de 16 mil km para conhecer o estado

Casal de Guabiruba conhece as 295 cidades de Santa Catarina em dois anos

Leonardo e Sandra Fischer percorreram mais de 16 mil km para conhecer o estado

O casal guabirubense Leonardo e Sandra Fischer concluiu no fim do ano passado a expedição por todos os 295 municípios de Santa Catarina. A ideia surgiu em 2015, quando eles se deram conta de que conheciam muitos lugares, inclusive fora do país, mas não o próprio estado.

“Nós sempre viajávamos muito, mas quase sempre nos mesmos lugares. Então um dia eu tive a ideia de conhecermos lugares diferentes, pensei que seria legal conhecer nosso estado, e foi assim que começamos”, conta Fischer.

Antes de cair na estrada, ele estudou o mapa e marcou todas as cidades. O começo da aventura foi em novembro de 2015, pelas cidades mais próximas de Guabiruba. As viagens aconteciam somente aos domingos. Depois, a medida que os municípios mais distantes entraram na rota, as viagens eram realizadas nos feriados e aos fins de semana.

A região Oeste foi percorrida nas férias de 2016. Faltava, então, somente a região Centro-Oeste, que foi finalizada nas férias de 2017.

Fischer afirma que no começo, a aventura parecia fácil, porém, a medida que começaram a visitar as cidades mais distantes, as coisas ficaram mais difíceis. “Os custos com combustível, hotéis e alimentação aumentavam”, diz.

Para tornar as viagens mais rápidas, o casal pegava atalhos entre as cidades e, por isso, enfrentava estradas em condições adversas, sem nem sinal de celular. Fischer destaca que, nestes momentos, Sandra foi fundamental, evitando a desistência da expedição. “Ela sempre se manteve firme ao meu lado e dando força. Se conseguimos realizar esse projeto foi graças a ela. Nunca reclamou de nada e soube curtir os bons momentos e belas paisagens”.

O casal percorreu mais de 16 mil quilômetros, sendo que aproximadamente 500 quilômetros foram por ruas de terra. “Essas estradas, às vezes, eram difíceis de passar, mas sem dúvida, eram as mais belas paisagens porque levavam a plantações, casas de colonos, pastagens, lagos, represas e outras paisagens inesquecíveis. Eu diria até que foram as que mais marcaram”.

Antes de viajar, Fischer pesquisou na internet sobre as cidades que entrariam no roteiro, imprimia algumas fotos, a história resumida e os dados políticos e econômicos. Chegando ao destino, o casal passava sempre pelo Centro de cada cidade e procurava os pontos turísticos ou então a maior igreja. “Primeiro eu tirava várias fotos e depois escolhia um lugar para tirar a foto do casal”. Leonardo e Sandra tem imagens nas 295 cidades.

O tempo de permanência em cada cidade dependia muito, principalmente do tamanho. Fischer conta que nas cidades pequenas muitas vezes não encontravam nada para fazer.

Quando não tinha roteiro, o casal ficava, no máximo, três horas. Às vezes, ainda menos, já que em alguns municípios bastava atravessar um ponte e já estavam no centro de outra cidade, como Ouro (SC) e Capinzal (SC), Mafra (SC) e Rio Negro (PR), Dionísio Cerqueira (SC) e Barracão (PR).

Fischer destaca que cada região tem culturas diferentes, por isso, a cada viagem, sempre encontrava uma surpresa. Entre as cidades mais marcantes para o casal está São João do Oeste, pela igreja de madeira; Caçador, pelo Museu do Contestado e a ponte de madeira coberta; Águas de Chapecó, pela beleza da represa; Araranguá, pelo Morro do Convento; Nova Veneza, pela gôndola original de Veneza, na Itália; Laguna, pelo Farol e Frei Rogério, pela florada das cerejeiras.

“Algumas dava realmente vontade de morar. Agora, a cidade que eu realmente mais gostei foi Guabiruba, por isso acabei voltando”, brinca.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio