Casal que saiu dos Estados Unidos de Kombi chega a Guabiruba

Willian e Many passaram por oito países e rodaram mais de 30 mil km em 143 dias

Casal que saiu dos Estados Unidos de Kombi chega a Guabiruba

Willian e Many passaram por oito países e rodaram mais de 30 mil km em 143 dias

Oito países e 30 mil quilômetros depois, o casal Willian Schweigert e Many Dandara Panca Schweigert chegou a Guabiruba. Eles saíram de Jacksonville, na Flórida, no dia 3 de junho e fizeram a viagem de volta para o Brasil numa Kombi Vanagon. Foram 143 dias na estrada até chegar, no dia 21 deste mês.

Nos Estados Unidos, o casal percorreu 27 estados, mais de 17 mil quilômetros. Com uma Volkswagen antiga, eles realizaram o sonho de viajar e conhecer o mundo juntos.

Veja também:
Bolsonaro tem em Brusque maior vitória entre as 30 principais cidades catarinenses

Usina de Asfalto de Brusque produz abaixo da capacidade

Brusque teve nove casos de meningite em 2018, maior número em três anos 

“A viagem de carro é uma experiência muito diferente”, conta Willian. “É claro que tem que gostar um pouco de dirigir, mas assim acaba tendo a oportunidade de conhecer muito mais lugares do que em uma viagem de avião, e gastando o mesmo valor, ou até menos.”

Durante o trajeto, ele diz que não houve grandes dificuldades: nem mesmo o carro, um modelo antigo de 1982, os deixou na mão. “Geralmente, nesse tipo de viagem, o carro está sujeito a quebrar em algum ponto, e você não tem como prever. Isso independe do ano do carro. No nosso, só tivemos que fazer alguns reparos, o que é normal com qualquer veículo.”

Eles dormiam na van, adaptada para servir de casa aos dois durante o período da viagem, mas também tiveram a chance de acampar tanto em lugares desertos quanto em lugares famosos.

O roteiro planejado inicialmente sofreu algumas mudanças durante o percurso. “Desde os primeiros dias, vimos que não dá muito certo seguir 100% o planejado. Só fomos seguindo os pontos que mais tínhamos interesse em conhecer ou aos lugares onde passaríamos a noite.”

O que mais os fez sentir saudade do conforto de uma casa foi, às vezes, não ter um bom lugar para passar a noite ou um banheiro onde tomar um bom banho. Porém, nesse caminho, o casal avalia que houve grandes aprendizados: aprender a se virar com menos coisas, valorizar o lugar de onde vieram e acreditar nos sonhos.

“Em alguns momentos, chegamos a pensar que não conseguiríamos completar a viagem. Mas acreditamos que tudo é possível para aquele que crê”, pontua ele. “Com certeza, esse tipo de viagem vale muito a pena.”

Veja também:
Brusque teve nove casos de meningite em 2018, maior número em três anos 

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Magia de Natal começa dia 10 de novembro com novas atrações em Blumenau

Entre os muitos locais visitados, o que mais chamou a atenção do casal na América do Sul foi Machu Picchu, no Peru, e nos Estados Unidos, os parques como o Yellowstone, nos estados de Wyoming, Montana e Idaho. “A viagem foi rápida, ficamos pouco tempo nos lugares. Só o suficiente para conhecer, e então, saíamos em direção à outro ponto.”

Futuramente, o casal planeja fazer novas viagens pelo Brasil e pela América do Sul, passando por países que não conheceram neste trajeto, como o Chile, Uruguai e a região da Patagônia.

Toda a viagem do casal foi registrada em sua página no Instagram, @rightwaytoguabiruba.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio