Casos de infecção no ouvido aumentam no verão

Os sintomas são dor de ouvido, coceira local, sensação de ouvido tampado, saída de secreção pelos ouvidos e até perda auditiva temporária

Casos de infecção no ouvido aumentam no verão

Os sintomas são dor de ouvido, coceira local, sensação de ouvido tampado, saída de secreção pelos ouvidos e até perda auditiva temporária

As últimas semanas foram típicas de verão em Santa Catarina: com muito sol e calor. Dias estes que se tornaram ainda mais convidativos para dar aquele mergulho em lugares como piscina, mar, lagoas e rios. No entanto, a otorrinolaringologista do Hospital Dia do Pulmão (HDP), Mariana Schmidt Kreibich, alerta para cuidados contra infecção no ouvido, a Otite, que pode atingir pessoas de todas as idades.

De acordo com a especialista, a otite externa é uma inflamação do canal auditivo externo devido ao calor, à umidade, entrada de água nos ouvidos, presença de cerúmen e pequenas lesões causadas pelo uso de cotonetes de forma inadequada.

“O quadro clínico é caracterizado por dor de ouvido que pode ser intensa, coceira local, sensação de ouvido tampado, saída de secreção pelos ouvidos e até perda auditiva temporária”, explica Kreibich.

Mariana afirma ainda que, em caso de qualquer sintoma ou mal-estar, é necessário procurar um médico. “A manipulação com cotonete ou uso de receitas caseiras pode agravar o quadro. O tratamento consiste em cuidados locais, analgesia, restrição do contato com a água e antibioticoterapia (tratamento à base de antibióticos). Pode ser necessária a realização de limpeza e remoção da secreção dentro do conduto auditivo, por isso é importante as pessoas ficarem atentas, principalmente com crianças”, afirma.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio