Cássio pega dois pênaltis e Corinthians se classifica para a final do Paulista

Rodriguinho marcou aos 47 da etapa final em confronto que marca a história do clássico

Cássio pega dois pênaltis e Corinthians se classifica para a final do Paulista

Rodriguinho marcou aos 47 da etapa final em confronto que marca a história do clássico

O Corinthians obteve uma classificação histórica nesta quarta-feira, 28, vencendo o São Paulo por 1 a 0 no tempo regulamentar e por 5 a 4 na disputa de pênaltis. Rodriguinho marcou o gol da vitória aos 47 do segundo tempo, e Cássio defendeu as cobranças de Diego Souza e Liziero. O Timão agora enfrenta o Palmeiras. O jogo de ida será disputado neste domingo, 1, às 16h, na Arena Corinthians.

O Tricolor começou a partida acuando seu rival, com uma marcação forte na saída de bola e aproveitando os diversos erros de passe na defesa e no meio-campo do Corinthians. Por volta dos 25 minutos, o São Paulo passou a aliviar a marcação, o que deixou os donos da casa mais livres para criar chances na bola parada, com Emerson Sheik e Mateus Vital.

A melhor chance do São Paulo no primeiro tempo veio aos 40 da primeira etapa, quando Tréllez recebeu sozinho na cara de Cássio. O goleiro saiu bem do gol e evitou o drible do centroavante. Menos de um minuto depois, foi a vez de Sheik desperdiçar, mandando pra fora uma bola cruzada por Fagner.

Aos 44, após bela jogada, Liziero cruza, a bola passa por todo mundo, menos por Eder Militão. O lateral direito chutou firme, mas Cássio fez boa defesa para escanteio.

Completamente livre, Nenê teve tempo de ajeitar a bola e mandou uma bomba da intermediária aos 5 da segunda etapa. A bola ainda bateu na trave esquerda de Cássio antes de sair. O lance causou bate-boca na defesa corintiana.

O domínio do segundo tempo foi todo do Corinthians, mas o São Paulo estava bem postado na defesa. Até que, aos 47 minutos do segundo tempo, Rodriguinho subiu livre em cobrança de escanteio para cabecear, vencer Sidão e explodir a Fiel. O Timão chegava aos pênaltis.

Mateus Vital acertou a primeira cobrança corintiana. A estrela de Cássio brilhou mais uma vez sobre Diego Souza, assim como há seis anos, quando o meia são-paulino atuava no Vasco num confronto pelas quartas-de-final da Libertadores. Rodriguinho, responsável por fazer o Corinthians ter chegado até ali, desperdiçou sua cobrança. Sidão foi bem na bola. Lucas Fernandes, então, conseguiu empatar para os visitantes.

Na sequência, Clayson, Maycon e Pedrinho acertaram pelo Corinthians, enquanto Bruno Alves, Reinaldo e Eder Militão marcaram para o São Paulo. A disputa foi para as cobranças alternadas.

Danilo cobrou bem pelo Corinthians, e marcou. E em novo ato heróico para marcar sua história pelo Corinthians, Cássio defendeu a cobrança de Liziero e classificou o Timão para a final contra o Palmeiras.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio