CEI Tia Trude inova com aula de Educação Física em piscinas

Trabalho foi desenvolvido com mais de 100 alunos entre 4 a 6 anos

CEI Tia Trude inova com aula de Educação Física em piscinas

Trabalho foi desenvolvido com mais de 100 alunos entre 4 a 6 anos

Pelo segundo ano consecutivo, cinco turmas do período vespertino do Pré, Infantil 2 e Infantil 3 do Centro de Educação Infantil (CEI) Tia Trude, do Dom Joaquim, realizaram uma atividade aquática diferenciada.

Nas aulas de Educação Física, ministradas pelo professor Antônio William da Silva, mais de 100 alunos, entre 4 a 6 anos, tiveram a oportunidade de desenvolver, nas primeiras semanas deste mês, atividades motoras.

Em três piscinas infláveis, de 1 mil e 2,5 mil litros de água, colocadas num pequeno espaço no pátio da escola e utilizando um escorregador de plástico, as crianças vivenciaram uma experiência que une equilíbrio físico, percepção do corpo ao ambiente aquático e integração social. Uma das piscinas foi comprada pelo professor e outras duas foram emprestadas.

Silva explica que o objetivo é possibilitar a experimentação de atividades aquáticas, contribuindo com a ampliação do repertório motor do aluno, permitindo o acesso a novos conhecimentos e às novas práticas que contribuam com seu aprendizado e desenvolvimento.

“Nas últimas semanas de aula deste ano, decidimos realizar novamente a atividade, tendo em vista que muitas crianças estão concluindo a Pré-escola e no próximo ano irão adquirir novos conhecimentos em novos espaços escolares. É uma maneira deles deixarem sua marca aqui na Tia Trude e pra mim como professor isso ficará na memória”.

Atividade colabora na formação motora das crianças/ Cei Tia Trude/Divulgação

O professor afirma que nem todas as atividades realizadas na piscina são consideradas esportes. Conforme ele, essa teve o intuito lúdico de permitir a interação entre os alunos com as demais turmas.

“As atividades aquáticas diferenciadas finalizam o nosso ano letivo. Pude compartilhar conhecimentos e mais ainda aprender com os pequenos. Receber um abraço deles quando superam seus obstáculos durante uma atividade é uma grande alegria”, destaca.

A coordenadora pedagógica da escola, Valéria Graf Benachio, avalia positivamente a prática realizada durante a aula. Para ela, o exercício, além de proporcionar divertimento aos estudantes, traz maior interação entre as turmas. “É uma atividade que eles adoram. Um momento diferente e de lazer na instituição”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio