Celesc prevê conclusão da terceira subestação de Brusque em 90 dias

Primeira parte da obra já está concluída e agora infraestrutura passa por montagem eletromecânica

Celesc prevê conclusão da terceira subestação de Brusque em 90 dias

Primeira parte da obra já está concluída e agora infraestrutura passa por montagem eletromecânica

Após oito meses, a primeira parte da obra da terceira subestação da Celesc em Brusque está pronta. Localizada no bairro São Pedro, a construção iniciou oficialmente em julho de 2018. Conforme afirma a Celesc em nota à reportagem, a subestação deve ser concluída em aproximadamente 90 dias.

Agora, conforme explica a empresa, a infraestrutura passa por montagem eletromecânica. Nesta etapa da construção, os profissionais realizam a instalação de cabos e equipamentos por onde irá passar a energia elétrica.

Veja também:
Polícia de Gaspar prende homem filmado estuprando mulher na rua

Cartório Gevaerd está sob intervenção da Corregedoria-Geral do TJ-SC

Jovens brusquenses são admitidos em universidades nos Estados Unidos 

A próxima e última fase é a instalação de equipamentos de telecomunicação, para o pleno funcionamento da terceira subestação brusquense.

Andamento da obra
Uma nova subestação era um apelo brusquense de muito tempo, uma vez que o município necessitava de mais capacidade de geração de energia – as outras duas subestações, no bairros Bateas e Rio Branco, não estavam dando conta da demanda municipal.

O anúncio da obra foi realizado ainda em 2017, na época com previsão de entrega para 2018, uma vez que o próprio início da obra era previsto para o começo do ano. Contudo, os primeiros passos da construção foram realizados apenas em julho. O investimento, feito pela Celesc por meio de um financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), é de R$ 8,2 milhões.

A subestação fornecerá energia para Brusque e Guabiruba, contando com capacidade de 138 kilovolts (kV) de tensão elétrica. De acordo com o chefe do departamento de Projetos e Construção do Sistema Elétrico da Celesc, Sidney Luiz Corrêa, a implantação da terceira subestação irá aumentar a capacidade de energia da região em aproximadamente 23%.

O terreno no qual a subestação foi construída está localizado em frente à empresa Tecebem e tem 4,9 mil metros quadrados. Atualmente, as duas subestações de Brusque possuem, juntas, 173 megavoltamperes (MVA). Com a construção da terceira, que terá 40 MVA, a potência aumenta para 213 MVA.

Veja também:
“Hoje há mais chance de passar”, diz autor do projeto que reduz número de vereadores 

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Número de mortes no trânsito de Blumenau dispara

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio