Censo coletará informações sobre população com deficiência em Brusque

Levantamento será realizado em 2019 em parceria entre prefeitura e Ministério do Trabalho

Censo coletará informações sobre população com deficiência em Brusque

Levantamento será realizado em 2019 em parceria entre prefeitura e Ministério do Trabalho

A Secretaria de Assistência Social de Brusque e o Ministério do Trabalho planejam realizar um censo da população com deficiência no município em 2019. O objetivo é coletar informações para atender às necessidades dessas pessoas.

Segundo o secretário de Assistência Social, Deivis da Silva, ainda não está definido como funcionará o levantamento de informações. Ele afirma que a prefeitura já tem alguns dados de portadores de deficiência por meio do sistema do Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílio que é pago a algumas dessas pessoas.

No entanto, os dados não são completos porque existem muitos deficientes que trabalham informalmente ou que simplesmente ficam na casa da família, sem buscar a assistência social.

Veja também:
Casos de cinomose disparam e causam morte de cães em Brusque

Quatro novas ruas farão parte da Área Azul em Brusque

Menino com Síndrome de Down realiza sonho de conhecer e brincar na Havan

O objetivo é complementar esses dados para ter um diagnóstico mais amplo da população de deficientes do município para ter mais dados para elaborar políticas públicas.

A inclusão dos deficientes no mercado de trabalho é o principal objetivo do poder público. Inseri-los significa não só uma fonte de renda, mas uma forma de socialização.

O secretário diz que há casos em que a família prefere deixar o deficiente em casa e nem tenta colocá-lo num trabalho. “Temos que mostrar que ele pode ter vida social”.

Silva afirma que sobretudo os deficientes auditivos têm bastante possibilidade de inclusão, assim como os cegos e os portadores de limitações físicas, dependendo de cada caso.

Veja também:
Brusque conta com única franquia russa de cafés fora do país de origem

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

ESPECIAL: Assista ao documentário sobre a tragédia de 2008 em Blumenau

Segundo o secretário, alguns empresários já o procuraram em busca de ajuda para encontrar essas pessoas para contratação. As empresas são obrigadas por lei a ter um percentual dos empregados com deficiência, mas nem sempre é fácil cumprir o pré-requisito.

Depois de feito o levantamento, a ideia é centralizar currículos na Central de Atendimento à Pessoa com Deficiência (Ceped) da prefeitura para ajudar na busca de emprego por parte da população com deficiência.

A prefeitura também pretende realizar uma mobilização das famílias para inserção comunitária da pessoa com deficiência, bem como a alfabetização, profissionalização e capacitação dos profissionais.

Está nos planos a realização de feirão de empregos,  assim como já aconteceu em outras cidades.