Ceops deve iniciar estudo de cotas de enchente em Brusque até fevereiro

Marcado anteriormente para iniciar em janeiro, levantamento de dados começará após a finalização dos trabalhos em Blumenau

Ceops deve iniciar estudo de cotas de enchente em Brusque até fevereiro

Marcado anteriormente para iniciar em janeiro, levantamento de dados começará após a finalização dos trabalhos em Blumenau

O trabalho de identificação das cotas de enchente nas ruas centrais de Brusque deve começar até o início do mês de fevereiro. O estudo realizado pelo Centro de Operação do Sistema de Alerta da Bacia Hidrográfica do Rio Itajaí-Açu (Ceops), órgão ligado à Universidade Regional de Blumenau (Furb), vai começar somente após a finalização das cotas em Blumenau. No ano passado, a previsão era de que os trabalhos fossem iniciados ainda neste mês de janeiro.

“O cronograma começa em Brusque quando terminar a atividade em Blumenau. Agora, eles estão finalizando a conferência da linha d’água na cidade. Na semana que vem, a prefeitura de Brusque deve depositar a primeira parcela do recurso, e então serão alocadas as verbas para a contratação dos alunos bolsistas que realizarão o trabalho na cidade. Assim que os bolsistas forem contratados, poderemos iniciar o trabalho”, explica o coordenador do Ceops/Furb, Hélio dos Santos Silva.

De acordo com ele, serão contratados de seis a oito estudantes do curso de Engenharia Civil da universidade para a primeira fase do trabalho. “A maioria deles já são moradores de Brusque, então fica mais fácil porque eles já conhecem a cidade e os meios de locomoção”, detalha Silva.

O trabalho em Brusque deve durar, pelo menos, seis meses. “Serão quatro meses para a coleta de dados, e mais dois de bancada com a inserção dos dados em planilhas e gráficos. O quanto antes terminarmos o estudo, melhor, porque aí entramos no inverno com a carta pronta, e quando a primavera chegar, que é um período mais chuvoso, já estaremos, pelo menos, com esse mapeamento pronto”, assinala o coordenador do Ceops/Furb.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio