Cerca de 2% das declarações de Imposto de Renda de Brusque são pegas na malha fina

Saiba como consultar se a sua declaração está nesse grupo e como resolver a situação

Cerca de 2% das declarações de Imposto de Renda de Brusque são pegas na malha fina

Saiba como consultar se a sua declaração está nesse grupo e como resolver a situação

De acordo com a agência de Brusque da Receita Federal do Brasil (RFB), aproximadamente 2% das declarações de imposto de renda feitas no município em 2016 caíram na malha fina – o equivalente a cerca de 450 do total de 22,5 mil. O órgão divulgou balanço de quantas pessoas foram pegas na malha no dia 8 deste mês.

Segundo a Receita, 771,8 mil declarações tiveram alguma inconsistência e precisarão ser retificadas no país. O número, 2,6%, em comparação com o total, é 0,6 ponto percentual maior do que o de Brusque.

A chefe da agência de Brusque, Rosemari Glatz, diz que a maior parte dos problemas é de erros, portanto, não se trata de fraudes. Os mais comuns são: falta de informação sobre rendimento de dependentes, diferença de informações com a fonte pagadora e problemas com a comprovação de despesas médicas.

Segundo Rosemari, os erros são normais e acontecem todos os anos. Ela diz que, às vezes, o declarante esquece de informar alguma renda para o seu contador, que, sem saber, faz a declaração. Agora, é o momento de consertar isto.

Online

Em quase todos esses casos é possível fazer a correção online. De acordo com a chefe da agência em Brusque, Rosemari Glatz, a pessoa pode entrar no site da Receita Federal e fazer a retificação sem problemas.

Rosemari diz que o número de pessoas pegas na malha fina têm caído ano a ano. O nível de informação dos contribuintes da cidade tem ajudado nessa estatística. “A dinâmica do sistema também continua a mesma”, completa.

Neste momento, não existe multa ou punição para os contribuintes que caíram na malha fina.

Nos casos em que não houve a solução do erro, o que pode acontecer é o valor a restituir (que o contribuinte tem a receber da Receita Federal) ser reduzido por causa de uma multa. Ter de tirar dinheiro do bolso para pagar uma multa é uma situação menos comum, conforme Rosemari.


Como saber se caí na malha fina?
O contribuinte pode consultar nosite da RFB. Também é possível verificar através do aplicativo para celular e pelo Receitafone (número 146).

O que fazer?
Se existir erro, por exemplo, uma vírgula fora do lugar ou renda do dependente não informada, é possível corrigir no sistema. Para isso, é preciso gerar um código de acesso e entrar nas “pendências” da declaração e fazer as mudanças solicitadas. Faça isso aqui.

E os casos que precisam de comprovação?
Rosemari explica que nesses casos, como despesas médicas, será necessário aguardar até janeiro, quando a Receita fará o atendimento presencial, conforme horário agendado.

Dá tempo para a restituição?
A chefe da agência de Brusque diz que, se a pessoa fizer a retificação logo, ainda pode entrar no lote de restituição do Imposto de Renda que sairá em janeiro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio