Cerco de Jericó inicia neste sábado, 27, em Guabiruba

A 6ª edição do evento contará com a presença de padres convidados e duas celebrações para crianças e jovens

Cerco de Jericó inicia neste sábado, 27, em Guabiruba

A 6ª edição do evento contará com a presença de padres convidados e duas celebrações para crianças e jovens

A partir de amanhã, a comunidade de Guabiruba poderá participar do 6º Cerco de Jericó, que seguirá até 5 de março. Neste ano, o evento terá como lema “Misericordiosos como o Pai”, retirado da passagem bíblica do livro de Lucas. Todos os dias, a Igreja Matriz Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro celebrará a santa missa em três horários, manhã, tarde e noite.

Neste ano, as crianças e jovens também terão um horário especial na igreja. No domingo, 28, as crianças participarão da missa destinada a elas, às 15h. E na sexta-feira, 4, haverá a missa jovem, às 23h. O coordenador da Pastoral de Comunicação (Pascom), Fábio Schaefer, explica que a intenção é aproximar ainda mais a população da igreja em um momento especial de oração.

Durante os dias do Cerco, as cerimônias serão realizadas por padres convidados da Paróquia de Guabiruba, Brusque, Porto Belo, Blumenau e Rio Negrinho. “O objetivo do evento é igual a todo ano, com o tema: Derrubando as muralhas pelo poder da oração. Ou seja, é um momento intenso de oração, em que o Santíssimo ficará exposto 24 horas por dia”, diz.

Para cada horário haverá uma equipe responsável para conduzir as orações na igreja. Segundo Schaefer, o convite para a comunidade vai além da participação nas missas, como também nesses momentos de orações. “É importante que as pessoas assumam esse compromisso diário de tirar um hora para estar diante do Santíssimo”, comenta.

Nas edições do Cerco de Jericó, por meio da fé, as pessoas conseguem derrubar as muralhas mais intensas que atrapalham suas vidas, como doenças, desemprego e relações familiares. O coordenador da Pascom lembra que além do Cerco de Jericó estar em uma passagem da Bíblia, no livro de Josué, ele ficou mais forte quando o então papa João Paulo II foi visitar a terra Natal e não foi permitido. “Ali se iniciou a corrente de oração com o Santíssimo terço 24 horas sem parar. E então, as igrejas começaram a fazer o evento de sete dias e sete noites de oração”.

O Cerco de Jericó já faz parte do calendário anual da Paróquia de Guabiruba e, é esperado ansiosamente pelos fieis. “A grande alegria e satisfação dos organizadores e da própria igreja é a participação da comunidade, tanto pela equipe que trabalha, quanto aos que participam de todos os momentos”, afirma Schaefer.

O Cerco de Jericó deverá ser realizado sempre no tempo da quaresma, em Guabiruba. O coordenador da Pascom explica que esse é o momento mais oportuno para as pessoas olharem para o interior. “É um momento de reflexão e de clamarmos pelas quedas das muralhas da nossa vida”.

20160226-15

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio