Cerco de Jericó reúne fiéis na paróquia Santa Terezinha

Corrente de oração por sete dias e sete noites continua até domingo, 31

Cerco de Jericó reúne fiéis na paróquia Santa Terezinha

Corrente de oração por sete dias e sete noites continua até domingo, 31

A terceira edição do Cerco de Jericó na paróquia Santa Terezinha está surpreendendo os organizadores. O evento, que tem como objetivo manter uma corrente de oração ininterrupta durante sete dias e sete noites, tem lotado a igreja desde o seu início, no domingo passado.
Neste ano, o Cerco de Jericó tem como tema uma passagem do Evangelho de João: “Se creres, verás a glória de Deus”. Para organizador, Adriano José Mendes, o evento é um momento de renovação da fé. “É um tempo de graça em prol da paróquia. É um momento em que as pessoas se lançam nas mãos do Senhor, que vem para avivar a fé e a esperança”, diz.

De acordo com ele, o grande movimento tem surpreendido. “Estamos recebendo com muita alegria. Com a igreja cheia todos os dias, vemos que o povo está sedento de Deus. Chegamos a ter mais de mil pessoas dentro da igreja em uma noite, com isso, percebemos que a fé pode ser a solução para muita coisa”, afirma.

Ele destaca ainda a união entre os membros da paróquia. “O cerco também é um momento de unidade das comunidades, das pastorais, dos movimentos da paróquia. A cada dia, um grupo é o responsável por organizar a liturgia de cada missa. E isso tem tornado nosso momento de oração ainda mais especial”.

A igreja fica aberta 24 horas, e dentro do cerco, são realizadas três celebrações em horários diferentes. “Temos missa às 6h, às 15h e às 19h30 no dia de semana, e às 19h no sábado e domingo. A missa da noite é a que reúne mais pessoas, por isso, é mais solene, mais especial”.

A balconista Glorinha Abelino Rudituti, 52 anos, está participando do Cerco de Jericó todos os dias. “É uma graça de Deus. É maravilhoso, não tenho outra palavra para definir. Acho que o cerco é muito válido, a gente recebe muitas graças, mas precisa ter fé. Estou indo todos os dias, vou de madrugada, e aí aproveito e já fico para a missa das 6h. É uma semana gloriosa”, diz.

Mendes convida os fiéis para participarem dos últimos dias da corrente de oração. “Muitos deixam de ir porque está chegando no final, mas aquele que vai participar somente no penúltimo, no último dia, também vai receber a graça de Deus”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio