Ciclista da Brucicle conquista título geral na Volta do Futuro em primeira participação da equipe com mulheres

A competição é considerada o principal evento para atletas de base, e um dos mais importantes do país na modalidade

Ciclista da Brucicle conquista título geral na Volta do Futuro em primeira participação da equipe com mulheres

A competição é considerada o principal evento para atletas de base, e um dos mais importantes do país na modalidade

A ciclista Letícia Alana Goede, que compete representando a Brucicle, conquistou medalha de ouro na 9ª edição da Volta do Futuro. A competição é considerada o principal evento para atletas de base, e um dos mais importantes do país na modalidade. Pedalando na categoria Júnior Feminino, a atleta obteve bons resultados nas quatro etapas disputadas para assegurar o primeiro lugar.

A Brucicle também conquistou o terceiro lugar geral como equipe na categoria Juvenil Masculino, graças ao desempenho dos atletas Luis Henrique Constantini, Thiago Zimmermann Visconti, Bruno Sevegnani Hansen e Ruan Sant’ana Guillen. Na categoria Júnior Masculino, o destaque ficou para Eduardo Franco. O atleta faturou medalhas de prata na segunda etapa e bronze na quarta. Ele conquistou índices que podem leva-lo a defender a Seleção Brasileira de Ciclismo, que também é comandada por Gohr.

O próximo desafio da Brucicle será no fim do mês, dia 21 de fevereiro. Será a Abertura do Ranking, competição estadual que dá início aos eventos catarinenses de ciclismo.
Novo cenário
O título de Letícia insere o nome da Brucicle entre as equipes que se destacam no cenário do ciclismo feminino. Foi a primeira vez que a associação brusquense levou atletas mulheres para o evento em São Paulo. Para o comandante dos atletas, Eduardo Gohr, agora o grupo também será lembrado pela revelação e treinamento de ciclistas do naipe feminino. “Temos um bom reconhecimento no que se refere aos ciclistas homens. A partir de agora, o mesmo vai acontecer com as atletas mulheres”, prevê.

Letícia, de 16 anos, mora em Pomerode e iniciou no ano passado os treinamentos com a Brucicle. A preparação para a Volta do Futuro começou em outubro. “Fizemos uma previsão de tempo que ela precisaria para essa preparação. O título a gente nunca pode prometer, mas ele veio como uma consequência do trabalho. Nada é por acaso”, diz Gohr.

Outra atleta que pretende se destacar ainda este ano é a brusquense Mariana Marli Pereira. O foco da ciclista, no entanto, não foi a Volta do Futuro, e sim o Campeonato Brasileiro de Ciclismo – que inicia em maio. Portanto, o treino de Mariana iniciou em fevereiro. Mesmo assim, a atleta conseguiu faturar uma medalha de quinto lugar em uma das etapas.

Desempenho nas etapas
Já na primeira etapa, Letícia mostrou a que veio. Venceu a prova de contrarrelógio individual, abrindo uma vantagem de 41 segundos para a segunda colocada, Nicole Borges, do Paraná. As demais etapas comprovaram a eficácia dos treinamentos aos quais Letícia se submeteu. A ciclista conquistou mais dois bons resultados. Foi quarta colocada na terceira etapa e segunda na quarta. Desta forma, garantiu o topo do ranking na classificação geral individual, com 34 segundos a frente da paranaense Renata da Silva Lopes. A vice-campeão faz parte da Seleção Brasileira que disputou o último Campeonato Mundial na Espanha.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio