Clínica da Mulher de Brusque coletou 400 litros de leite materno em 2017

Ponto de coleta existe desde 2014 e, no ano passado, recebeu doação de 80 mulheres

Clínica da Mulher de Brusque coletou 400 litros de leite materno em 2017

Ponto de coleta existe desde 2014 e, no ano passado, recebeu doação de 80 mulheres

No ano passado, o ponto de coleta da Clínica da Mulher, da Secretaria de Saúde de Brusque, coletou aproximadamente 400 litros de leite. Durante todo ano, 80 mulheres doaram o excesso de seu leite para alimentar, em sua maioria, bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal nos hospitais de Blumenau.

A enfermeira Sheila Neves explica que qualquer mulher de Brusque pode fazer a doação para o ponto de coleta. Basta entrar em contato com a Clínica da Mulher e se cadastrar. “Fornecemos os frascos esterilizados e, semanalmente, cumprimos uma rota para pegar os frascos cheios e deixar com as mulheres os frascos vazios”.

Todo o leite arrecadado em Brusque vai para Blumenau, já que o município não conta com UTI neonatal. “Os bebês que precisam de UTI ficam internados em Blumenau. Lá, o leite passa por pasteurização e é ofertado para esses bebês”, diz.

Sheila destaca que a coleta ainda é pequena em Brusque se comparado com o número de nascimentos registrados mensalmente na cidade. “Temos uma média de 150 nascimentos por mês, com isso, dava pra ter uma produção maior, com mais gente envolvida”.  

A enfermeira ressalta que o leite materno é o único alimento indicado para recém-nascidos, principalmente, prematuros. “Os prematuros nascem frágeis, e com problemas de saúde. Nem sempre a mãe está em condição de ofertar o seu leite, por isso, as doações são importantes. O leite materno é decisivo para salvar a vida da criança”.

O ponto de coleta de leite da Clínica da Mulher existe desde 2014 e atende das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. Além da doação de leite, a mulher recebe orientações sobre a forma correta de amamentar.

Oficina
A Clínica da Mulher realiza a oficina “Amamentação na volta ao trabalho”, que tem como público alvo mulheres em aleitamento que retornarão brevemente ao trabalho. A oficina acontece mensalmente, no auditório da Clínica da Mulher. As inscrições podem ser realizadas nas Unidades de Saúde. “A mulher neste período tem muitas dúvidas, então vamos buscar esclarecer nessa oficina. O primeiro encontro teve uma participação muito boa”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio