Clínica Uni Duni Tê realiza quase dois mil exames do Teste do Pezinho em 2016

O Dia Nacional do Teste do Pezinho, celebrado em 6 de junho, tem razões para ser comemorado em Santa Catarina; saiba as razões

Clínica Uni Duni Tê realiza quase dois mil exames do Teste do Pezinho em 2016

O Dia Nacional do Teste do Pezinho, celebrado em 6 de junho, tem razões para ser comemorado em Santa Catarina; saiba as razões

O Dia Nacional do Teste do Pezinho, celebrado em 6 de junho, tem razões para ser comemorado em Santa Catarina. No ano passado, por esta mesma ocasião, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), vinculado à Secretaria Estadual de Saúde, estava com falta de material para a realização do procedimento e as famílias precisaram buscar a alternativa de forma particular, por meio do envio da coleta para São Paulo.

Em agosto de 2016, a Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina firmou um convênio com a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná e, desde então, as amostras colhidas nos recém-nascidos do Estado são enviadas para a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (Fepe).

“Estamos bastante contentes e avaliamos de forma bem positiva como está se organizando e dando sequência aos exames do Teste do Pezinho em Santa Catarina. O prazo está sendo respeitado, desde a coleta, preparação e envio das amostras. Os resultados são disponibilizados online, ou seja, a família nem precisa voltar na Clínica Uni Duni Tê para ter este acesso. Em geral, o resultado chega em até 15 dias após a realização do teste”, explica a coordenadora da Clínica Uni Duni Tê, Valdete Battisti Archer.

Diferente de outros municípios, no qual a responsabilidade de realização do Teste do Pezinho fica a cargo das unidades de saúde, em Brusque, Guabiruba e Botuverá este serviço vem sendo realizado pela Clínica Uni Duni Tê, que é mantida pela Apae.

“No final de 1991, início de 1992, quando iniciou a prática do Teste do Pezinho no Estado, a Clínica Uni Duni Tê já fazia o trabalho de acompanhamento e intervenções no desenvolvimento infantil. Por conta disso, a Secretaria Municipal de Saúde nos contatou para solicitar que o Teste do Pezinho pudesse ser agregado a todo este trabalho de prevenção que já era desenvolvido na entidade. Desde então, todas as crianças nascidas em Brusque, Guabiruba, Botuverá e cidades mais próximas, realizam o Teste do Pezinho aqui”, conta Valdete.

Com a adesão da Clínica Uni Duni Tê, a prestação do serviço na cidade se tornou mais efetiva, já que é necessário um monitoramento eficiente caso seja necessário uma segunda coleta.

“Tem que ter controle e organização para fazer esta busca ativa e encaminhar a criança para o Centro de Referência, que funciona no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. No local o recém-nascido pode ser submetido a exames complementares ou ao acompanhamento médico quando persiste alguma alteração”, diz Valdete.

O prazo
O Teste do Pezinho é uma triagem neonatal gratuita que deve ser feita, especialmente, entre o terceiro e o quinto dia de vida da criança. Algumas doenças congênitas podem provocar alterações cerebrais, deficiência intelectual e até levar à morte. O perigo, no entanto, é silencioso. Nenhum médico ou exame clínico é capaz de identificar alguns tipos de doenças, ou seja, nada substitui o Teste do Pezinho.

“São doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, que podem gerar graves complicações e até a morte. Então, o quanto mais precocemente for diagnosticada e tratada, melhor será o resultado para a saúde e o futuro da criança. Quando o Teste do Pezinho é realizado nos primeiros dias de vida, há mais tempo para ser repetido e, se for necessário, para iniciar o tratamento. O hipotireoidismo congênito, por exemplo, é indicado que a partir do 15º ao 20º dia de vida a criança já esteja em tratamento através da medicação adequada. Sem o remédio as sequelas são irreversíveis”, enfatiza Valdete.

A coordenadora da Clínica Uni Duni Tê informa que as crianças a partir do 30º dia de vida que não realizaram o teste do pezinho, além da coleta de sangue no papel filtro necessitarão realizar outro exame disponível em Florianópolis, exigindo o deslocamento do recém-nascido.

“Nós também realizamos o monitoramento das crianças nascidas através de parcerias com os Hospitais de Brusque, Unidades de saúde e Equipes de Estratégia de Saúde da Família dos três municípios, para garantir que todas as crianças nascidas em nossa cidade realizem o teste. Em 2016 o Teste do Pezinho na Clínica Uni Duni Tê foi realizado em 1.956 crianças e seis delas foram encaminhadas para exames complementares no Centro de Referência” detalha Valdete.

Atendimento
O teste do Pezinho é realizado na Clínica Uni Duni Tê de segunda a quinta-feira, das 13h às 16h, por ordem de chegada. O procedimento é gratuito.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio