Cobra que não vive na fauna brasileira é encontrada em Balneário Camboriú

Suposta naja estava em subestação de esgoto da rua 2950; espécie é uma das mais venenosas do mundo

Cobra que não vive na fauna brasileira é encontrada em Balneário Camboriú

Suposta naja estava em subestação de esgoto da rua 2950; espécie é uma das mais venenosas do mundo

Uma cobra semelhante à naja foi encontrada por servidores da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), de Balneário Camboriú, em subestação de esgoto da rua 2950. O Corpo de Bombeiros foi acionado e resgatou o animal da espécie considerada uma das mais perigosas do mundo.

A cobra foi levada ao Complexo Ambiental Cyro Gevaerd, o zoológico da cidade, onde sua espécie será identificada e permanecerá em quarentena. Vídeo de Carlos Magagnin mostra que ela estava bastante agressiva, o que dificultou a captura.

A área onde o animal foi encontrado fica dois metros abaixo do solo e tem períodos inundados e períodos secos.

As najas não fazem parte da fauna brasileiras. Elas vivem na África e na Ásia. É uma das espécies mais venenosas e agressivas do mundo. Os bombeiros que fizeram o resgate acreditam que ela veio contrabandeada ao Brasil.

Assista ao vídeo do momento da captura:

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio