Colégio Cônsul Carlos Renaux obtém a melhor média do Enem 2016 em Brusque

Das escolas públicas, a Escola de Educação Básica João XXIII foi a melhor posicionada

Colégio Cônsul Carlos Renaux obtém a melhor média do Enem 2016 em Brusque

Das escolas públicas, a Escola de Educação Básica João XXIII foi a melhor posicionada

O Colégio Cônsul Carlos Renaux obteve a melhor média de Brusque no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016. Em Santa Catarina, a instituição ocupa a 23ª posição e no Brasil a 811ª. O Colégio São Luiz foi o segundo melhor avaliado no município e ocupa o lugar de número 26 no estado e 858 no país.

Das escolas públicas, a melhor média foi da Escola de Educação Básica João XXIII. Em Santa Catarina ficou posicionada em 189 e no país em 5.218. Os dados foram tabulados pelo jornal Folha de São Paulo a partir de informações brutas divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Diferentemente dos outros anos, o MEC optou por não divulgar os dados por escola. Segundo o órgão, “escolas vinham usando os dados do ranking para fazer propaganda e, em alguns casos, montavam salas com alunos de elite para forçar uma elevação da nota”.

Para fazer a tabulação dos dados, a Folha de São Paulo utilizou alguns critérios, como excluir do ranking escolas com menos de dez alunos do 3º no exame e/ou com menos de 50% do total de seus estudantes na prova. Desta maneira, de Brusque aparecem nove instituições, sete públicas e duas privadas.

Em Guabiruba, apenas a Escola de Educação Básica João Boos apareceu na lista. A escola ocupa a posição de 263 no estado e de 7.066 no país. Botuverá não apareceu no ranking [Veja lista completa abaixo].

Análise
A nota conquistada pelo Colégio Cônsul é fruto do trabalho realizado ao longo dos anos, avalia a coordenadora pedagógica do Ensino Médio, Eliete Legal. Ela lembra que desde 2013 a instituição vem conquistando as primeiras posições em Brusque no Enem.

“É um trabalho longo, que começa na Educação Infantil. É preciso que o aluno tenha uma boa base para sair do Terceirão preparado para cursar qualquer curso na universidade”.

Eliete ainda atribui a conquista a um conjunto de fatores, que vão desde bons professores – que estão em constante atualização -, material de qualidade e o compromisso dos alunos e pais. Além disso, ela destaca que os estudantes realizam oficinas extracurriculares e durante o Terceirão se preparam com diversos simulados nos moldes do Enem.

Já o diretor do Colégio São Luiz, padre Claudio Marcio Piontkewicz, diz que sempre há a expectativa do melhor resultado possível, o que os impulsiona a aperfeiçoar as práticas que visam a educação baseada em valores humanos e cristãos. “Para tanto, oferecemos as condições necessárias para o bom desempenho de nossos estudantes”.

Para Elizabeti Goedert Schvambach, diretora da escola João XXIII, ser a melhor instituição pública de Brusque posicionada no Enem é motivo de muito orgulho. “A conquista é de toda a equipe: professores que estão sempre fazendo formações continuadas e se reciclando, dos alunos e dos pais”.

Elizabeti, que está à frente da direção desde 2011, destaca que a escola sempre lutou para formar cidadãos. “Queremos que nossos alunos saiam daqui preparados para o mercado de trabalho, mas que também levem conhecimento para a vida. É uma formação que vai além da classe”, diz a diretora, que ainda ressalta que é gratificante o resultado.

Confira a lista

Brusque
Nome da escola Rede Posição em SC Posição no Brasil Média da escola: provas objetivas Média da escola: redação
Colégio Cônsul Carlos Renaux Privada 23 811 611.6 712.76
Colégio São Luiz Privada 26 858 610.29 661.18
EEB João XXIII Pública 189 5218 531.46 556.36
EEB João Hasmann Pública 194 5603 526.15 520
EEB Feliciano Pires Pública 230 6415 516.34 563.93
EEB Dom João Becker Pública 254 6912 511.78 559.62
EEM Yvone Olinger Appel Pública 269 7150 509.9 550.36
EEB Monsenhor Gregório Locks Pública 271 7168 509.77 536.72
EEB Santa Terezinha Pública 411 9257 496.67 490.86
Guabiruba
EEB Professor João Boos Pública 263 7066 510.55 564.1

Fonte: Dados compilados pela Folha de São Paulo, com base em dados do Ministério da Educação

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio