Colégio Cônsul tem a melhor nota de Brusque no ranking do Enem

Escola também ocupa a 14ª posição em Santa Catarina; Monsenhor Gregório Locks é a melhor entre as públicas

Colégio Cônsul tem a melhor nota de Brusque no ranking do Enem

Escola também ocupa a 14ª posição em Santa Catarina; Monsenhor Gregório Locks é a melhor entre as públicas

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na terça-feira, 4, as médias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por escola. Doze escolas de Brusque aparecem na lista divulgada pela instituição.

O Colégio Cônsul Carlos Renaux foi o melhor colocado entre as escolas do município, já que alcançou a média geral de 613,17, e 654,67 na redação. A escola também é uma das melhores posicionadas do estado, ocupando a 14ª posição.

O diretor do Colégio Cônsul, Otto Hermann Grimm, afirma que está satisfeito com o resultado da escola, no entanto, este não pode ser um motivo para acomodação. Para ele, o Enem é apenas um dos indicadores que medem a qualidade do ensino no país e a escola procura preparar o aluno da melhor forma para obter os melhores resultados. “A formação dos nossos alunos vai além do desempenho do Enem. Nossos alunos estão aptos a fazer o Enem, mas também tem condições de aplicar o conhecimento em qualquer teste, em qualquer área de formação”, diz.

Em 2015, 45 alunos da instituição fizeram a prova e foram os responsáveis pelo bom desempenho do colégio. “Esse resultado mostra um pouco de que a nossa proposta de trabalho entre a prática e a teoria tem muita qualidade”.

Grimm diz ainda que o resultado positivo não é importante somente para a escola, mas também para os alunos. “Mostra que os alunos têm potencial, independente do curso que escolham, é importante que tenham convicção que são capazes de enfrentar qualquer desafio”.

Entre as particulares, também aparecem na lista do Inep o Colégio São Luiz, com média geral de 600,40, o Senai, que atingiu média 556,09 e o Colégio Energia, com média de 545,67.

Melhor entre as públicas

A escola pública com a melhor média de Brusque foi a Monsenhor Gregório Locks, do bairro Dom Joaquim. A instituição alcançou a média geral 522,45 e a nota da redação ficou em 564,13.

O diretor da escola, Nelio Bauer, diz que a boa colocação é resultado do esforço coletivo entre professores, alunos e pais. “Quando se trabalha em conjunto, os resultados acabam aparecendo”.

No entanto, ele afirma que apesar do bom resultado, sempre é possível melhorar. “Sempre procuramos atingir as metas e ficar bem posicionados em todas as avaliações, faz parte da cultura da escola, por isso, o nosso objetivo é melhorar a cada ano”.

Entre as escolas públicas do município, também está a Dom João Becker, com média geral de 514,78; Yvone Olinger Appel, com 513,26; Governador Ivo Silveira, com 513,26; Feliciano Pires, com 504,30; João Hassmann, com 501,91; Araújo Brusque, com 500 e escola Santa Terezinha, com 493,69.

Santa Catarina abaixo da média

Desta vez, Santa Catarina ficou abaixo da média nacional no índice que avaliou o desempenho das escolas públicas e privadas no Enem.
Enquanto no Brasil, a nota média da prova objetiva foi de 515,82 e 563,08 na redação, em Santa Catarina, a média das 624 instituições públicas e privadas analisadas foi de 514,77 na prova objetiva e 553,60 na redação.


As melhores

As 10 escolas públicas mais bem colocadas no ranking são militares, federais ou escolas técnicas estaduais. Além disso, nove têm 80% dos estudantes matriculados desde o 1º ano do ensino médio, e mais de 70% dos professores formados na disciplina que leciona. As instituições também atendem estudantes de nível socioeconômico alto ou muito alto.

No ranking geral, considerando também as escolas privadas, a primeira escola pública aparece na 33ª posição, o Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa, em Viçosa (MG). A primeira escola estadual entre as melhores médias está no 147º lugar, o Colégio Estadual Tiradentes, em Porto Alegre (RS), que atende alunos de nível socioeconômico alto.

Entre as privadas, seis das dez com melhores médias têm menos de 20% dos estudantes formados pela instituição desde o 1º ano do ensino médio. Também atendem alunos de nível socioeconômico muito alto ou alto.


O ranking

A lista contempla a média em cada uma das áreas da prova objetiva (Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Redação) e o indicador socioeconômico da instituição. O Inep não divulga a média geral das notas na prova objetiva, com o objetivo de evitar comparações entre cada instituição.

Ao todo, foram divulgados pelo Inep os resultados de 14.998 escolas, que são aquelas nas quais pelo menos 50% dos alunos do terceiro ano participaram no Enem e esse número equivale a pelo menos dez estudantes. No país, são 25.777 escolas com alunos matriculados no 3º ano do ensino médio regular.


2

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio