Coleta de lixo pode ficar mais barata

Moradores de Guabiruba podem pedir exclusão da taxa de emissão de boletos para serviço de coleta de lixo. A economia para o contribuinte que optar pelo parcelamento chega a R$ 30 ao ano

Coleta de lixo pode ficar mais barata

Moradores de Guabiruba podem pedir exclusão da taxa de emissão de boletos para serviço de coleta de lixo. A economia para o contribuinte que optar pelo parcelamento chega a R$ 30 ao ano

Os serviços de coleta e destino final do lixo na cidade de Guabiruba, terceirizado para a empresa Recicle Catarinense de Resíduos Ltda, pode ficar mais barato para a população. Isso porque além do valor anual de R$ 214,08, são cobrados R$ 30 pela emissão de doze boletos. 

Ou seja, quem opta por fazer o pagamento parcelado, ao final de 12 meses paga o equivalente a quase duas parcelas somente com a emissão do boleto. 

Para Waldemiro Dalbosco, presidente da Câmara Municipal de Guabiruba, a cobrança é indevida e o pagamento da taxa onera o contribuinte em 14%. Segundo dados fornecidos pelo presidente da Câmara, há dupla cobrança pois o item “Despesas com cobrança” já está incluído na planilha de custos dos serviços contratados. 
A Câmara pretende facilitar o pagamento da mensalidade com a suspensão da cobrança para toda a população, sem que precisem se deslocar ao escritório da empresa e ao banco específico. 

Sulamita Lemos, gerente da empresa, informou por e-mail que a diretoria dará uma resposta esta semana à Câmara Municipal e ao Procon. 
Segundo Jeverson Schweigert, do Procon de Guabiruba, a cobrança é inadequada porque  a mensalidade do serviço contratado já contempla esse tipo de despesa. 
A orientação é que a população aguarde a definição do procedimento, que deverá ser antes da data limite para o pagamento com desconto (até o dia 20). 

> Leia a reportagem completa na edição impressa do jornal MDD desta quarta-feira, dia 19 de fevereiro.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio