Conteúdo exclusivo para assinantes

Com dificuldade de obediência, cadela Zaara treina em busca da certificação

Treinos com o animal ocorrem diariamente e, aos poucos, a cadela do Corpo de Bombeiros demonstra evolução

Com dificuldade de obediência, cadela Zaara treina em busca da certificação

Treinos com o animal ocorrem diariamente e, aos poucos, a cadela do Corpo de Bombeiros demonstra evolução

A cadela Zaara, do Corpo de Bombeiros de Brusque, continua treinando diariamente para se tornar um cão de busca e resgate. Após a primeira prova para tentar a certificação, em abril, no município de Xanxerê, no Oeste do estado, o condutor do animal, cabo Carlos Alexandre de Souza, passou a focar na parte de obediência, a qual possui mais dificuldade.

Os treinos mais intensos ocorrem nos dias de folga do bombeiro e são realizados em locais diferentes, como em praças públicas onde há bastante movimentação de pessoas, animais e cheiros diferenciados. Já os treinos de buscas ocorrem, além de Brusque, em Itajaí, onde o cabo recebe o auxílio de outros bombeiros. Esses treinos acontecem em áreas de matas.

Desde maio, o cabo de Souza afirma que a cadela demonstrou bastante melhora em diversos pontos. “Ela não tem 100% o perfil de cão para trabalho. Tem cães que nascem já com esse perfil, é da genética”, explica.

Entretanto, a cadela Zaara tem um perfil bom para trabalhos mais sociais, como terapias. “Ela se distrai muito fácil, tem sempre que trabalhar firme com ela nesse ponto”, diz.

Mesmo assim, o bombeiro trabalhará bastante para moldá-la ao perfil de cão de busca e resgate. A intenção é que, no próximo ano, ela participe novamente de provas de certificação, para ver como está o seu nível.

“Não pretendo desistir dela, até porque não tenho condições de pegar outro filhote para começar tudo do zero. Então vou treinar até que ela consiga ser colocada para trabalho”, garante.

A princípio, em 2018 haverá uma prova de certificação internacional em dezembro, também em Xanxerê. “Pode ser que ocorram outras durante o ano, mas ainda deve ser definido”, comenta o cabo.

Primeiro cão de Brusque
Zaara é o primeiro cão de busca e resgate do Corpo de Bombeiros de Brusque. O animal da raça labrador foi doada ao cabo de Souza quando tinha apenas três meses de idade. Desde então ele treina a cadela para receber a certificação e poder atuar junto com as guarnições de serviço.

Após a reforma do quartel de Águas Claras, em abril deste ano, Zaara ganhou um canil no local com uma área grande, o que proporciona mais conforto. Porém, ela permanece no canil apenas quando o seu condutor está em serviço. Nos outros dias ela fica na casa do cabo de Souza para que possam dar sequência aos treinamentos.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio