Com gol no fim, Bruscão vence Porto e reencontra a vitória após três jogos

Marreco volta a marcar após 355 minutos. Eydison balançou as redes aos 40 minutos da etapa final

Com gol no fim, Bruscão vence Porto e reencontra a vitória após três jogos

Marreco volta a marcar após 355 minutos. Eydison balançou as redes aos 40 minutos da etapa final

O Bruscão sofreu para vencer o Porto, mas garantiu mais três pontos na Divisão Especial ao quebrar um longo jejum sem balançar as redes. O gol da vitória do Marreco só veio com Eydison, aos 40 minutos do segundo tempo. Ele deu fim a 355 minutos da equipe sem marcar gols. Antes disso, o quadricolor havia passado em branco nos empates com Concórdia e Canoinhas e na derrota por 1 a 0 para o Marcílio Dias.

O jogo
O time adversário tomou a iniciativa do jogo e perdeu a primeira oportunidade após cobrança de falta de Dudu aos quatro minutos. Fabão fez boa defesa e mandou para escanteio. Pouco depois, o goleiro quadricolor bateu roupa em chute fraco, mas a zaga do Marreco conseguiu tirar.

O Brusque equilibrou o duelo a partir dos 15 minutos. A primeira grande chance da equipe foi com Cleyton. Ele apareceu como homem surpresa e chutou na rede pelo lado de fora. Em triangulação com Eydison e Flavinho, Luís André arriscou de fora da área, mas a bola desviou e saiu. 

Aos 38, o volante perdeu a melhor chance da equipe na primeira etapa. Em contra-ataque rápido, ele saiu na cara do goleiro adversário, mas errou na finalização e desperdiçou. O Porto respondeu na sequência. Alan perdeu um gol feito. O jogador fez boa jogada pela direita, tirou de Fabão, mas mandou para fora.

Drama termina no fim
Os dois times voltaram para o segundo tempo sem alterações. O jogo seguiu equilibrado, mas com poucas chances reais proporcionadas pelas duas equipes. Aos 14, Saraiva reclamou ao ser derrubado na área, mas o juiz nada marcou. Três minutos depois, a zaga do Marreco falhou feio e Alan novamente perdeu cara a cara com Fabão.

Aos 25 minutos, Rogério Perrô fez a primeira mudança no Brusque. Tirou Luís André para a entrada do atacante Cidinho. Dez minutos depois, trocou João Paulo por Saraiva. Cidinho teve a chance de abrir o placar aos 37, mas Buia fez boa defesa e salvou o time da casa. Um minuto depois, Santos desperdiçou outra oportunidade após finalização.

O alívio só veio aos 40 minutos. Eydison avançou com a bola e finalizou forte, no fundo da rede do Porto para dar fim ao jejum de gols da equipe. Perrô ainda fechou o time no fim para garantir o placar ao colocar Alexandre Carvalho na vaga de Santos.


Ficha Técnica
Porto 0x1 Brusque
Data: 18/8/2013 – domingo
Hora: 16h
Estádio: Antiocho Pereira, em União da Vitória (PR)
Porto: Buia, Cauê, Sabiá, Itamar e Eduardo (Paulão); Rui, Alan, Choco e Dudu; João Leandro (Fernandão) e Criciúma (Canel). Técnico: Adriano Kanaã
Brusque: Fabão; Saraiva (João Paulo), Cleyton, Negueti e Flavinho; Néris, Eurico, Luís André (Cidinho) e Serginho; Santos (Alexandre Carvalho) e Eydison. Técnico: Rogério Perrô
Gol: Eydison, aos 40 minutos do segundo tempo para o Brusque
Arbitragem: Jonas Estevão da Silva, auxiliado por Jefferson Luis Maciel e Waldemar Silvano Camargo
Cartões amarelos: Alan, Itamar (P); Saraiva (B)
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio