Em meio à natureza, no finzinho de uma rua no Holstein, em Guabiruba, moram Vera Lucia e Osmarino Caetano. O casal se mudou para a localidade há pouco mais de um ano e esta é a primeira vez que decidem investir na decoração natalina de casa.

Há muito tempo Vera já tinha o desejo de enfeitar sua casa com algo além do tradicional pinheiro natalino, mas nunca encontrava tempo. Neste ano, a moradora de Guabiruba teve ajuda da irmã para confeccionar muitos dos elementos decorativos que alegram a casa.

Para Vera, o Natal é uma época de confraternização e união da família, um momento para celebrar o nascimento de Jesus, e ter a casa decorada ajuda a trazer o “espírito natalino” para todos.

Vera e Osmarino fizeram a decoração da casa juntos | Natália Huf

“Agora que viemos morar pra cá, ela me convenceu”, conta Osmarino, que foi o responsável por montar a casa que serve de cenário para o presépio recriado na entrada da propriedade.

“Minha irmã e eu fizemos vários dos enfeites, a gente ia se ajudando nos finais de semana”, diz Vera. As duas são bastante próximas, e a decoração natalina foi também um incentivo para se dedicarem a algo juntas.

O sítio onde mora o casal é um pouco afastado, mas não tão longe do Centro, porém, ainda não possui rede de energia elétrica nos postes da rua. Isso faz com que a decoração criada por Vera e Osmarino se destaque ainda mais durante a noite, quando não há outras luzes além dos pisca-piscas que eles colocaram no quintal.

Fonte foi feita com material reciclado | Natália Huf

Decoração
Para fazer os enfeites, Vera e a irmã juntaram algumas peças decorativas que já possuíam, como pisca-piscas e o pinheirinho, e também confeccionaram itens como uma fonte feita com garrafas plásticas e um Papai Noel feito com a técnica do patchwork.

Papai Noel decorativo foi feito com técnica patchwork | Natália Huf

Um pouco de inspiração vem da internet e de modelos que já viram, e o restante, da criatividade da família, que se dedicou para deixar a casa com cara de Natal. Para fazer o Papai Noel, Vera conta que foram usados, basicamente, feltro para as roupas e fibra para o enchimento. “Fizemos a partir do molde, o resto nós fomos fazendo”, conta.

Presépio enfeita a entrada da propriedade no Holstein | Natália Huf

Tanto Vera quanto o esposo estão aposentados e, neste ano, finalmente encontraram o tempo necessário para se dedicar à decoração natalina. Mas a montagem dos enfeites e aplicação deles não demorou tanto: em questão de uma semana, mais ou menos, a casa já estava com a carinha da época mais bonita do ano.

Veja o vídeo da iluminação:


Você está lendo: Com peças que já tinham e produtos reciclados, casal fez a decoração natalina de casa


Veja outros conteúdos do especial:

– Introdução
– Papais Noéis relembram os pedidos mais inusitados e emocionantes que receberam das crianças
– Artesanato é uma alternativa para a decoração natalina
– Morador de São João Batista faz a alegria do Natal e leva Papai Noel para as crianças da cidade
– Funcionários da Havan fazem campanha solidária na Limeira Baixa
– Paróquias luteranas de Brusque organizam Café do Advento para angariar fundos para comunidade em São João Batista
– Loja de Brusque inova e utiliza bicicleta antiga na decoração natalina
– Moradora do Aymoré se surpreende ao saber que foi uma das vencedoras do concurso Natal Iluminado
– Para morador do Imigrantes, iluminação natalina é tradição de Guabiruba
– No Lageado Baixo, casa recebeu decoração natalina antes da mudança dos moradores

– Há 20 anos, Paulo Demarche abre as portas para visitação ao seu presépio

Deixe uma resposta