Com problemas financeiros, Somelos pede recuperação judicial

Juíza da Vara Comercial de Brusque já nomeou um perito contábil para fazer análise da situação financeira da empresa

Com problemas financeiros, Somelos pede recuperação judicial

Juíza da Vara Comercial de Brusque já nomeou um perito contábil para fazer análise da situação financeira da empresa

A Somelos Tecidos Brasil protocolou pedido de recuperação judicial na Vara Comercial de Brusque no início desta semana. A empresa têxtil, localizada no bairro Limeira, está com o setor produtivo paralisado desde a metade do mês de janeiro por conta de problemas financeiros.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Fiação e Tecelagem de Brusque (Sintrafite), Aníbal Boettger, afirma que agora, a empresa aguarda a manifestação da juíza da Vara Comercial, Clarice Ana Lanzarini, que já nomeou um perito contábil para analisar a situação financeira da empresa.

“O perito tem prazo de 10 dias para fazer esse relatório e, após isso, a juíza deve se manifestar sobre o pedido”.

Se for favorável ao pedido de recuperação, a juíza irá nomear um adminsitrador judicial que será o responsável por marcar uma assembleia para a análise do plano de recuperação em conjunto com todos os credores da empresa.

“Se o plano for aprovado por todos, o processo continua. Ainda não temos o conteúdo completo do plano, mas estamos na torcida para que seja um plano bom, e que as atividades da Somelos voltem à normalidade”, destaca.

O setor de produção da empresa continua paralisado e os 120 funcionários estão em casa, a espera de uma definição. Os trabalhadores permanecem sem receber o 13º salário, férias, e partes do salário de janeiro e fevereiro.

“Há uma apreensão muito grande por parte dos funcionários. A maioria, está aguardando para ver se ocorre a retomada do setor produtivo da empresa, mas alguns já entraram com ação de rescisão indireta e estão trabalhando em outro local”.

A empresa
A Somelos foi fundada em 1958, em Portugal, com o nome Sociedade Teixeira de Melo e Filhos, dedicando-se inicialmente à produção de fios e mais tarde à produção de tecidos de algodão. Em 1971 a empresa tornou-se uma sociedade anônima, passando a se chamar Somelos. Há cerca de 15 anos abriu parque fabril no bairro Limeira, atraída por área industrial oferecida pela prefeitura.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio