Comandante-geral da PM nega possibilidade de curso de formação em Brusque

Presidente da Câmara entregou ofício ainda para governador do estado e secretário de Segurança Pública

Comandante-geral da PM nega possibilidade de curso de formação em Brusque

Presidente da Câmara entregou ofício ainda para governador do estado e secretário de Segurança Pública

O desejo de Brusque receber a próxima turma do Curso de Formação de Soldados (CFSd) está cada vez mais distante. Isto porque na quinta-feira, 23, o presidente da Câmara de Vereadores, Jean Pirola, recebeu a resposta negativa ao ofício enviado ao comandante-geral da Polícia Militar, Paulo Henrique Hemm.

O ofício acompanhado de requerimento havia sido entregue por Pirola ao deputado estadual Silvio Dreveck (PP) no dia 15 de março, em uma visita na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O deputado então ficou responsável de entregar os ofícios ao governador Raimundo Colombo, secretário de Segurança Pública Cesar Augusto Grubba e ao comandante-geral da PM.

Em resposta ao presidente da Câmara, o comandante Hemm informou que “não há previsão de formação de turmas do CFSd em Brusque, sendo que o cronograma de distribuição das turmas seguiu critérios logísticos e financeiros, objetivando a melhor formação dos novos policiais militares”.

Ele ressaltou ainda que o local de formação dos policiais militares não é critério de distribuição do efetivo, pois esta é feita de forma proporcional em todas as regiões do estado. Segundo o comandante-geral, os critérios utilizados são os indicadores de criminalidade da região, o efetivo existente, gestão dos dados estratégicos e operacionais do Business Intelligence (BI) da PM, assim como a demanda reprimida.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio