Começam obras do binário no Santa Terezinha

Intervenções resultarão na mudança de sentido das ruas do bairro

Começam obras do binário no Santa Terezinha

Intervenções resultarão na mudança de sentido das ruas do bairro

Iniciou ontem a obra na rua Luiz Gonzaga Werner, perto da ponte do Santos Dumont, no bairro Santa Terezinha. O objetivo da Secretaria de Obras é melhorar o raio da curva rotatória e garantir o acesso direto à ponte também para os caminhões, que têm mais dificuldade de conseguir fazer a conversão no formato atual. Esta é a primeira intervenção de uma série de mudanças planejadas pela prefeitura.

A intenção do poder público é criar um binário no bairro Santa Terezinha. O projeto da prefeitura é tornar as ruas Sete de Setembro, Santos Dumont e Durval Luz mão única em direção a Itajaí. Já a avenida Bepe Roza, a Beira Rio, passará a ter sentido único para o outro lado. Estas mudanças, contudo, serão postas em prática mais adiante. “São mais de 20 intervenções, vamos definir o planejamento para estas modificações no Santa Terezinha durante este mês. Ainda não podemos falar em data alguma, porque há outros fatores que podem influenciar e atrapalhar”, diz o secretário de Obras, Gilmar Vilamoski. Por enquanto, o trânsito na região está fluindo normalmente e sem auxílio da Guarda de Trânsito de Brusque.

De acordo com Vilamoski, após as escavações, as equipes da secretaria de Obras partirão para fazer o aterro, a confecção dos meios-fios e a pavimentação da extensão da rua. Na sequência, serão realizadas as pavimentações de transversais do bairro Santa Terezinha. Também está nos planos da prefeitura a abertura de quatro novas vias.

O secretário de Trânsito e Mobilidade, Paulo Sestrem, já falou ao jornal Município Dia a Dia anteriormente que haverá alteração no transporte coletivo na região do Santa Terezinha, uma das mais movimentadas da cidade. O ônibus só irá parar de um lado da via e para isso entrará na ciclofaixa que também será implantada na localidade. Com isso, espera-se que não haja tanto impacto no número de vagas de estacionamento, que poderá ser feito do outro lado. Além disso, segundo Sestrem, as transversais também terão espaço para os motoristas estacionarem.
O prazo para finalizar esta obra é de 15 dias, conforme a prefeitura. Quanto ao custo, Vilamoski afirma que “é uma obra barata”, mas que ainda não está finalizado o orçamento.
Outras obras
Vilamoski destaca que a alteração no sentido das ruas será feita somente quando as outras obras consideradas cruciais para o binário forem realizadas. No caso da Beira Rio, as obras serão bancadas com recursos do PAC Pavimentação, estimados em pouco mais de R$ 3 milhões. Já para o prolongamento da avenida, a prefeitura de Brusque espera que o dinheiro da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) venha, mas o processo está paralisado.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio