A vestimenta do Pelznickel varia conforme a região e em Guabiruba não é diferente, pois foi desenvolvida conforme o bairro onde as pessoas moravam. No bairro Guabiruba Sul as roupas são feitas com folhas de gamiova e barba-de-velho. Já no São Pedro, é feito com trapos e barba-de-velho. 

Na manhã de sábado, 23 de novembro, as roupas para o Natal deste ano já foram preparadas. As folhas foram recolhidas na sexta-feira, 22, para que no dia seguinte a produção iniciasse.

Ademir, Adailton, Tiago e Marcio, o Tato, trabalham em equipe na criação da vestimenta, quase como uma linha de produção. 

Ademir aprendeu a fazer a roupa ainda quando criança, aos 11 anos, ensinado por Franz e Selmo Schork, irmãos que se vestiam de Pelznickel naquela época. 

Quem acha que ser Pelznickel é fácil, está muito enganado. Quando as folhas ainda estão verdes, a roupa pesa aproximadamente 25 quilos. Depois de umas duas semanas, o peso diminui pela metade. Além disso, a roupa também é bastante quente, o que torna a atividade ainda mais árdua nesses dias de verão. 

Durante o período do Natal, eles chegam a emagrecer em torno de quatro quilos por causa do esforço. 

A roupa tem aproximadamente 270 folhas, sendo cerca de 175 na parte de cima, feita com folhas menores, e 95 na parte de baixo, feita com folhas maiores, para formar tipo uma saia longa que esconde até os pés.

A barba-de-velho utilizada na vestimenta é buscada em Rio dos Cedros, já que lá é uma região com bastantes árvores do tipo. Aqui na região, é difícil encontrar e o pouco que tem as famílias geralmente usam em suas casas. 

A máscara dos Pelznickel é feita com capacete e é utilizada todos os anos, sendo feita apenas uma manutenção e troca de materiais. Na parte da frente é colocado algodão, a barba-de-velho e os chifres. 

Antigamente, os braços e o rosto eram cobertos de fuligem do fogão à lenha ou então com carvão. Atualmente, a pintura é feita com guache preto, que é mais fácil de limpar. 

Depois de pronta, a roupa é armazenada em um local fresco e arejado. Antigamente, elas eram colocadas embaixo de bananeiras. 

Separação das folhas

Foto: Brenda Pereira

Tiago separa as folhas e monta conjuntos com cinco unidades. 

Corte do pecíolo

Foto: Brenda Pereira

Ademir corta o pecíolo da folha, para que fiquem do mesmo tamanho e dobra as extremidades, formando uma espécie de gancho

Amarração

Adailton e Tato amarram cada um dos conjuntos em uma corda, um ao lado do outro. São colocados aproximadamente 35 na parte de baixo e 23 na parte de cima da roupa, todos fixados com três nós. O processo é demorado e é até preciso usar luva para não machucar as mãos. 

Foto: Brenda Pereira

Colar

Foto: Brenda Pereira

O próximo passo é criar o colar de barba-de-velho, que no caso de Tato é feito com milho, que é colocado ao redor do pescoço para esconder a parte da roupa que possui as amarras.

A barba-de-velho é separada em tiras e são amarradas aproximadamente 13 no colar. 

Suspensório

Foto: Brenda Pereira

Depois, é feito um suspensório que vai manter a roupa firme no corpo

Customização da máscara

Cada Pelznickel customiza a sua máscara e colocam algodão e barba-de-velho, e personaliza conforme desejar. 

Foto: Brenda Pereira

Acessórios

Os Pelznickel também tem acessórios como correntes e varas com chupetas de bebês.

Foto: Brenda Pereira

 Como são as outras roupas

Segundo os irmãos Klann, na Planície Alta, por exemplo, a roupa era feita com folhas de bananeira. No bairro São Pedro a tradição era fazer com barba-de-velho e trapos. 

Os demais integrantes do grupo fazem cada um a sua roupa conforme imaginam o Pelznickel. Alguns têm roupas feitas somente com barba-de-velho e outros tem até roupas com pelos, feitas de forma artesanal ou compradas. 

Muitas delas passam apenas por manutenção todos os anos, trocando o que for preciso e ajeitando a barba-de-velho. 

Foto: Brenda Pereira

Alguns usam máscaras compradas, mas a maioria é feita com capacete. O tradicional é colocar barba-de-velho e algodão, que pode ser pintado de preto ou então é deixado branco.

 

Brenda Pereira

Você está lendo: Como é a produção da roupa do Pelznickel


Acompanhe

– Introdução
– 
Conheça a história por trás da lenda do Pelznickel, o famoso Papai Noel do mato
– Christkindl: quem é a mulher vestida de branco que entrega doces
– As variantes do Pelznickel: como é o personagem pelo mundo
– Como é o Pelznickel em outros lugares do Brasil
– O Pelznickel em Guabiruba: como a lenda se tornou tradição no município

– Na memória: os costumes do Pelznickel antigamente
– Sociedade do Pelznickel mantém viva a tradição em Guabiruba
– Por trás da fantasia: quem participa da Sociedade do Pelznickel

– Dos passeios de casa em casa a Pelznickelplatz
– O Pelznickel como atração turística em Guabiruba

Deixe uma resposta