Condenado por duplo homicídio se entrega para a polícia

João Paulo Antunes da Silva informou aos policiais que desconhecia a existência do mandado de prisão em seu desfavor

Condenado por duplo homicídio se entrega para a polícia

João Paulo Antunes da Silva informou aos policiais que desconhecia a existência do mandado de prisão em seu desfavor

Condenado por duplo homicídio em 8 de agosto de 2014, João Paulo Antunes da Silva se entregou na segunda-feira, 27, na Delegacia de Polícia Civil de Barra Velha. Ele foi julgado por ter causado um acidente em 10 de fevereiro de 2013, quando colidiu o veículo Astra que conduzia em uma moto Suzuki GSX 750F, perto da igreja Santa Terezinha, na rodovia Antônio Heil. O motociclista, Zaqueu de Morais, encarregado de obras de 37 anos, e Camila Machado Senna, manicure de 18 anos, morreram no local.

Conforme a sentença do crime, no dia do acidente, o Astra conduzido por Silva seguia na contramão quando colidiu na motocicleta, sendo que o motorista estava em “completo estado de embriaguez”. Ele realizou o teste do bafômetro que acusou 0,69 mg/l.

Com o impacto, a moto pegou fogo e ficou completamente destruída. O velocímetro do carro registrava 140 km/h após a batida. Durante o julgamento, Silva disse ao juiz que estava numa festa no bairro Mineral, em Itajaí, e que dividiu “cinco ou seis latas de cerveja” com dez pessoas. Sobre a velocidade, ele afirmou que estava a 70 ou 80 km/h.

Após o júri, havia sido expedido o mandado de prisão contra Silva, mas não havia sido localizado até então. Atualmente, o rapaz estava residindo no município de Barra Velha e informou aos policiais que não sabia do mandado em seu desfavor. Ele foi autuado e encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de Barra Velha, onde deverá cumprir a pena de sete anos em regime semiaberto.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio