Confiante, Bruscão embarcou nesta segunda-feira (24) para Chapecó em busca da classificação

Um empate no Oeste diante da Chapecoense pode garantir equipe quadricolor na próxima fase

Confiante, Bruscão embarcou nesta segunda-feira (24) para Chapecó em busca da classificação

Um empate no Oeste diante da Chapecoense pode garantir equipe quadricolor na próxima fase

Confiança. Essa é a palavra que move o Brusque ao Oeste do Estado para o confronto com a Chapecoense na quarta-feira. Com muito otimismo e ciente do que precisa fazer na Arena Condá, a equipe embarcou na tarde desta segunda-feira (24) para uma das partidas mais importantes do clube nos últimos três anos. 

O jogo vale vaga para o quadrangular final do Catarinense, conquista que pode vir até mesmo com um empate em Chapecó. A possibilidade de ficar fora do quadrangular depois de uma ascensão e seis jogos de invencibilidade, sequer é cogitada entre os atletas. “A gente vai para o quadrangular. É só isso que a gente pensa”, admite o atacante Ricardo Lobo.

Leia na Prancheta MDD

Apesar de ter a vantagem do empate, os jogadores refutam a vantagem e não falam em outra coisa que não sejam os três pontos fora de casa. “A gente não tem que pensar que o empate vai nos favorecer. Temos que entrar para vencer. Quando a gente pensa em empatar, perde. Na maioria das vezes é assim”, alerta o meia Aldair, que retorna à equipe após ficar fora da partida contra o Joinville por força contratual.

Segundo o atleta, a equipe tem que manter uma postura equilibrada para sair do Oeste classificada. “A Chapecoense é muito forte lá dentro do Índio Condá. Então, esperamos fazer aquilo que a gente vem fazendo – que é trabalhar bem a bola. E, se tiver a oportunidade, matar logo o jogo. Fazer o gol e ter a tranquilidade de segurar a bola”, comenta.

A pressão de jogar na casa do adversário diante de um time embalado não preocupa o atacante Ricardo Lobo. “Quando a gente pega campos bons, consegue impor nosso ritmo e tocar bastante a bola. Temos esse diferencial. Nosso campo ainda não está à altura do nosso futebol na verdade. Agora, vai ser um campo bom. A torcida vai nos atrapalhar, mas isso não vai interferir”. 

Os últimos bons resultados fora de casa – vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, e goleada de 4 a 1 sobre o Metropolitano – servem como inspiração para a equipe segundo o volante Roberto Lopes. “É aquilo que a gente sempre fala e o Pingo também. A gente joga melhor fora de casa do que dentro. Ainda mais que pegaremos um campo bom. Vamos buscar os três pontos e, se Deus quiser, estaremos entre os quatro”, diz.

Preparação
O técnico Pingo promoverá mais uma estreia na equipe nesta rodada. O meia Mazinho fará o seu primeiro jogo com a camisa do Bruscão após assinar contrato com clube. O jogador assume a vaga deixada por Eurico, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Roberto Lopes segue na vaga de Elielton. O jogador se recupera de lesão e sequer viajou com a equipe. 

Aldair e Serginho complementam o setor de meio campo. Existe a possibilidade de que o último jogue mais recuado, dando liberdade para Mazinho sair para o jogo. “É um meio de campo com uma condição boa de jogo no setor para conquistar os três pontos”, diz o técnico Pingo. 

Ele deve mandar a campo: Wanderson; Iury, Cleyton, Néris e Gilton; Roberto Lopes, Serginho, Mazinho e Aldair; Eydison e Ricardo Lobo. A Federação Catarinense de Futebol divulgou ontem o trio de arbitragem da partida. Rodrigo D’alonso Ferreira comando o jogo. Ele será auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Neuza Inês Back.
Excursão
A Havan disponibilizará um microonibus gratuito de 21 lugares para os torcedores que desejarem acompanhar o Bruscão em Chapecó. Os interessados em assegurar um lugar na excursão podem entrar em contato com Rafael Roncaglio, o Puff, através do telefone: 9140-2174

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio