Congresso Brusquense de Medicina visa atualizar profissionais de saúde da região

Evento iniciou na sexta-feira, 8, e encerrou no fim da tarde deste sábado, 9

Congresso Brusquense de Medicina visa atualizar profissionais de saúde da região

Evento iniciou na sexta-feira, 8, e encerrou no fim da tarde deste sábado, 9

O papel do médico na sociedade e na política e a síndrome do pânico em emergências foram alguns dos temas que integraram as 16 palestras do Congresso Brusquense de Medicina. Organizado pela Associação Brusquense de Medicina (ABM) e pelo corpo clínico do Hospital Azambuja, o evento encerrou-se no fim da tarde deste sábado, 9.

Cerca de 150 inscritos, entre estudantes e médicos, participaram do congresso, que iniciou na sexta-feira, 8, com a palestra do ex-presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto Luiz D’Avila, sobre o papel do médico na sociedade e na política. Durante seu discurso, D’Avila falou sobre o isolamento dos profissionais em consultórios e hospitais que causa alienação quanto aos processos políticos e sociais.

“Os médicos têm que se unir e ter consciência de que eles são uma liderança em todo o lugar que estão, são transformadores de uma realidade. Eles têm a obrigação de estimular a comunidade a exercer a cidadania e precisam se posicionar ideologicamente, participando da sociedade e da política”, disse.

Na solenidade de abertura do evento, estiveram presentes autoridades como o presidente da Associação Catarinense de Medicina, Rafael Klee de Vasconcellos; o deputado estadual, Serafim Venzon; o prefeito interino de Brusque, Roberto Pedro Prudêncio Neto; e o diretor administrativo do Hospital Azambuja, Padre Nélio Roberto Schwanke.

Para o presidente da comissão organizado do congresso, Gustavo Gumz Correia, as principais funções do evento foram atualizar os profissionais de saúde da região e trocar experiências com médicos de todo o país.

“É fundamental reunir os médicos de Brusque e da região em um congresso como esse para nos mantermos atualizados. A medicina está sempre evoluindo. E para o profissional, as conversas com outros da mesma área auxiliam nessa atualização e no aprendizado”, afirmou.

O congresso teve o apoio do Sindicato dos Médicos de Santa Catarina (Simesc), da Associação Catarinense de Medicina (ACM), da Unimed Brusque, da Consulmed, da Prefeitura de Brusque e da Brusque Convention & Visitors Bureau.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio