Conheça os 17 candidatos a deputado estadual e federal de Brusque e Guabiruba

Prazo para registro das candidaturas terminou nesta quarta-feira, 15

Conheça os 17 candidatos a deputado estadual e federal de Brusque e Guabiruba

Prazo para registro das candidaturas terminou nesta quarta-feira, 15

O prazo para o registro presencial das candidaturas para as eleições deste ano terminou às 19h de ontem. São 17 postulantes aos cargos de deputado estadual e federal com domicílio eleitoral em Brusque e Guabiruba.

Veja lista atualizada e números dos candidatos da região

O ex-prefeito de Brusque Roberto Prudêncio Neto (PSD) confirmou a sua candidatura à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), porém, ela ainda está pendente. Uma reunião será realizada na semana que vem para definir se ele vai mesmo disputar.

Será uma eleição com número recorde de candidatos, já que nas últimas duas eleições a microrregião teve entre sete e nove candidatos a deputado federal e estadual.

O cenário eleitoral fica definido com o fim do prazo para os registros. Apesar de estar inelegível, o ex-prefeito Ciro Roza (PSB), por exemplo, ainda era cotado, mas ficará de fora da disputa. O vereador José Zancanaro, do mesmo partido de Ciro, também não concorrerá.

Cenário estadual
Assim como em Brusque, o governo do estado também registra grande número de candidaturas. São nove ao todo, mas as mais competitivas, segundo as pesquisas, são as de Mauro Mariani (MDB) e de Gelson Merísio (PSD).

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), são 761 registros de candidaturas. Foram 241 requisições para deputado federal e 460 para deputado estadual.

Veja também:
Brincadeira entre avô e neto de Brusque vira personagem infantil de sucesso

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Jovem de 20 anos fica ferida ao ser atropelada por motocicleta na faixa de pedestres, em Blumenau

Ainda no âmbito estadual, 14 candidatos buscam as duas vagas no Senado em disputa. Já à presidência da República serão 13 candidatos, já que Manuela d’Ávila (PCdoB) desistiu e irá compor com o PT.

Agora que os registros já foram feitos, os partidos, Ministério Público e candidatos têm cinco dias para impugnar candidaturas.

A Justiça Eleitoral irá julgar se todos preenchem os pré-requisitos. O prazo para essa análise vai até 17 de setembro. Até esta data, os partidos também podem indicar substitutos de candidatos a cargos majoritários (presidente, governador e senador).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio