Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Contribuinte pagará custo dobrado após condenação de desembargador catarinense

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Contribuinte pagará custo dobrado após condenação de desembargador catarinense

Raul Sartori

Custo dobrado
O TJ-SC escolhe nesta sexta-feira três novos desembargadores nas vagas abertas com a recente aposentadoria dos magistrados Eduardo Mattos Gallo Júnior, Cláudio Valdyr Helfenstein e Jorge Henrique Schaefer Martins. Gallo, como se sabe, desonrou a toga. Foi aposentado compulsoriamente após acusação, exibida nacionalmente em vídeo, de receber propina. Então ficamos assim: ele, mesmo com seus malfeitos, foi aposentado mantendo o polpudo salário pelo resto de sua vida, quando poderia produzir por mais algumas dezenas de anos. E para seu lugar se nomeia outro desembargador, com o mesmo salário. O contribuinte está, na verdade, pagando para dois. É um absurdo, intolerável e inaceitável. Quem ousa mudar tal aberração?

Veja também: 
Em sete meses, cerca de 10 mil multas são aplicadas na rodovia Antônio Heil

Organização planeja levar Fenajeep para Vila Olímpica em 2020

Dois dos acusados de assassinato de Roberta Keller vão a júri popular

Cargo chave
Uma das funções mais concorridas e cobiçadas nesse momento no mundo político é a de coordenador de campanha, especialmente para governador. Se o candidato se eleger, é evidente que o chefe-mor da campanha será mais que premiado com um cargo importante em seu governo. Tem prefeito e secretário de Estado em fila de espera e se engalfinhando à espera da unção.

Socorro!
É estarrecedor saber que a corte suprema do Brasil (STF) havia admitido, por maioria, há dias, decisão que foi revertida anteontem (o peso na consciência deve ter sido terrível entre os “supremos”) que ações de ressarcimento por ato de improbidade administrativa cometida por agentes públicos prescreveria em cinco anos. Esse não é mesmo um país sério. O MP-SC, felizmente, publicou nota pela imprescritibilidade, em qualquer tempo, das ações de reparação de dano ao erário.

Dependência
Agora focados na campanha eleitoral, a maioria dos deputados estaduais demonstra indiferença em relação ao projeto, do governo do Estado, enviado em junho, em regime de urgência/urgentíssima, que institui a rede integrada de transporte coletivo na região metropolitana da capital. Pelo menos 150 mil pessoas que usam o sistema atual, de mil deficiências, dependem da boa vontade de suas excelências, aparentemente não convencidas de que trará enormes benefícios à população, como integração física e tarifária (dentro e fora dos terminais) em oito municípios e uso de um único cartão de transporte e um só sistema de informações.

Emoção
Conforme relatam as folhas, não faltarão lágrimas para quem for assistir nos cinemas “Para Sempre Chape”, documentário independente sobre a Chapecoense, lançado ontem, com direção do produtor americano radicado no Uruguai Luis Ara Hermida e duração de 74 minutos. Não se trata de um filme sobre futebol, mas sim de uma homenagem ao clube catarinense e sua trajetória no mundo da bola. O destaque é a relação afetiva e realmente autêntica da população de Chapecó e região com seu clube e o renascimento após a tragédia na Colômbia.

Vitória
Vitória pessoal do ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, que pode render muitos dólares também para SC: o número de pedidos de vistos de viagem de estrangeiros para o Brasil cresceu 42% nos últimos seis meses depois que foi oferecida a modalidade eletrônica. O impacto pode chegar a US$ 41 milhões. Em números, foram 70.793 americanos, 13.975 australianos e 7.233 japoneses. A China e a Índia deverão entrar no sistema mais adiante.

Veja também: 
Dia dos Pais: Filhos incentivam os pais a descobrirem o mundo digital

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Áudio de Bianca Wachholz indica que ex-namorado planejou assassinato

DCE
Foi-se o tempo em que diretórios estudantis de universidade produziam líderes políticos de renome estadual e nacional. Cooptados todos eles? É algo a estudar. O fato é que há reações à tanta apatia. Acadêmicos da Universidade do Estado (Udesc) acabam de aprovar a reabertura de seu Diretório Central dos Estudantes (DCE) e, desta sexta-feira a domingo, em Florianópolis, vão definir as bases do estatuto.

Demandas
A Associação e Federação dos Hospitais de SC e a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos são as primeiras entidades a se organizar para apresentar suas demandas aos partidos políticos para as eleições deste ano. Reúnem-se dia 13, em Florianópolis, em encontro com representantes das legendas. A saúde, como se sabe, é a área mais sensível para qualquer gestor público. A rede de hospitais privados e filantrópicos é responsável por mais de 70% dos atendimentos SUS em SC.

Privilégios
Não dá para entender. O governo estadual não se decide sobre esperados editais na área de cultura e destina R$ 1 milhão para a Camerata de Florianópolis. Enquanto isso, trata a pão e água a sua Orquestra Sinfônica (Ossca).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio