Corpo de Bombeiros não disponibilizará mais ambulâncias em eventos esportivos

Nos jogos do Brusque, a equipe médica já era terceirizada; corporação pode ser chamada em casos de urgência

Corpo de Bombeiros não disponibilizará mais ambulâncias em eventos esportivos

Nos jogos do Brusque, a equipe médica já era terceirizada; corporação pode ser chamada em casos de urgência

O Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, por recomendação do Ministério Público do estado (MP-SC), não irá mais disponibilizar serviços de ambulância para eventos esportivos privados, como por exemplo, partidas de futebol.

A recomendação foi emitida em setembro pela promotora de Justiça Rosemary Machado da Silva, e aponta que o Estatuto do Torcedor prevê que a própria organização do evento deve disponibilizar o serviço – uma ambulância para cada dez mil torcedores presentes.

Os bombeiros realizaram consulta para saber se poderiam continuar oferecendo o serviço mediante cobrança de taxa, porém, como o atendimento do Corpo de Bombeiros é, de acordo com a promotora, universal e não divisível, não poderia ser realizado mesmo com pagamento.

Veja também:
Luciano Hang e empresários locais arrecadam R$ 2 milhões para centro de hemodinâmica no Hospital Azambuja

Volume de denúncias de violência doméstica cresce 47% em Brusque

Missões Urbanas oferecem abrigo e oportunidade de ressocialização para dependentes químicos

A proibição da disponibilização, no entanto, não impede a corporação de prestar atendimento de emergência quando requisitada, nem de realizar a prevenção de interesse coletivo em eventos esportivos abertos ao público, sem cobrança de taxa.

No dia 4 de janeiro, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, João Valério Borges, encaminhou um ofício aos comandantes, chefes e diretores informando a proibição.

O Brusque Futebol Clube, mesmo antes da medida, já não utilizava as ambulâncias do Corpo de Bombeiros. O presidente do clube, Danilo Rezini, explica que, por princípios próprios e do Brusque, a equipe médica que está presente nos jogos é terceirizada desde que ele assumiu a presidência.

Veja também:
Vários bairros de Brusque estão há cinco dias sem água

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Veículo acidentado é abandonado na Via Expressa, em Blumenau

“O Corpo de Bombeiros tem um trabalho consistente e muito profissional, mas a corporação foi constituída para dar apoio integral à comunidade. Eu acho essa medida extremamente correta. Não acho justo que um clube ou associação faça uso de ambulâncias dos bombeiros em seus eventos”, pontua.

O atendimento médico nos jogos do Brusque é prestado por uma equipe terceirizada, formada por médicos, paramédicos, enfermeiros e os profissionais necessários e que são exigidos para eventos esportivos.

Quanto aos momentos de urgência, os bombeiros ainda podem ser chamados para prestar atendimento. “Esperamos que não aconteça, mas aí poderemos contar com o socorro”, finaliza o presidente do clube.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio