Corte de árvores perto da escola Padre Lux repercute nas redes sociais

Moradores questionam retirada de área verde utilizada por alunos

Corte de árvores perto da escola Padre Lux repercute nas redes sociais

Moradores questionam retirada de área verde utilizada por alunos

O corte de árvores em frente à Escola de Educação Básica Padre Lux, no bairro Azambuja, repercutiu nas redes sociais nos últimos dias. Comunidade e moradores questionam a atitude do diretor do colégio e afirmam que algumas das árvores têm mais de 30 anos de idade.

Leitores entraram em contato com O Município para reclamar da atitude. Um deles, que mora perto da escola há anos, diz que as árvores são antigas. Para ela, o corte indiscriminado das plantas é um erro. 

Segundo ele, os motivos alegados pelo diretor da escola para o corte foram dois: as árvores pegavam na fiação e um vizinho reclamou das folhas.

O professor João Paulo Carvalho postou publicamente em sua página no Facebook uma crítica sobre o corte das árvores. “Havia árvores de médio e grande porte como palmeiras. Nelas alunos buscavam sombra, eu usava como exemplo nas aulas de botânica e pássaros faziam ninhos e se alimentavam de frutos que ali nasciam”, escreveu.

O professor disse que, junto com um aluno, fez um breve levantamento da variedade de aves que já foram observadas ali, alimentando-se ou até mesmo fazendo ninhos. Segundo ele, já foram vistos tucanos, arancuãs, chupim, canário de telha, sanhaço de coqueiro, sairá, tié preto, joão-de-barro, entre outros.

“Estamos revoltados com essa irresponsável e cruel decisão da direção”, disse na rede social. Ele também afirmou que os motivos alegados para o corte são a fiação de energia e a reclamação de um morador próximo.

A Fundação Municipal de Meio Ambiente (Fundema) comunica que não recebeu solicitações para o corte de árvores nas proximidades da escola do bairro Azambuja.

A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Brusque – responsável pelas escolas estaduais na região – preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio