Conteúdo exclusivo para assinantes

Público de cinema cresce em Brusque em 2017; veja ranking dos mais assistidos

Cerca de 15 mil pessoas assistiram Meu Malvado Favorito 3 nas telonas do município

Público de cinema cresce em Brusque em 2017; veja ranking dos mais assistidos

Cerca de 15 mil pessoas assistiram Meu Malvado Favorito 3 nas telonas do município

Enquanto a crise tem feito o brasileiro reduzir os seus gastos com lazer, os números das bilheterias sugerem que o cinema não foi abalado pelos cortes de despesas.

Em Brusque, houve crescimento de 18% no número de espectadores entre janeiro e agosto, em relação ao mesmo período do ano passado, acompanhando a média nacional. Hoje, Brusque possui seis salas de cinema, no Shopping Gracher e na Havan, com capacidade total para 902 pessoas.

Meu Malvado Favorito 3, que foi exibido durante oito semanas, foi o filme que mais levou público ao cinema em Brusque. Foram cerca de 15 mil pessoas atingidas. Em segundo lugar ficou Velozes e Furiosos 8 e, na terceira posição, aparece Cinquenta Tons Mais Escuros, com bilheteria de 10,6 mil pessoas.

Cerca de 15 mil pessoas assistiram em Brusque o filme Meu Malvado Favorito 3/ Divulgação

Dos filmes nacionais, dois se destacaram: Minha Mãe é uma Peça 2 e O Vendedor de Sonhos. Eles levaram aos cinemas cerca de 8 mil e 3 mil pessoas, respectivamente.

O gerente e responsável pelos cinemas, Carlos Búrigo, diz que os números são satisfatórios. Ele acredita que em função do cenário econômico, muitos deixaram de viajar e buscaram um entretenimento mais barato.

“Participo de debates em São Paulo e no Rio de Janeiro sobre o mercado cinematográfico e essa informação é de estudiosos da área. Hoje, com R$ 100 a R$ 110, é possível que uma família assista a um filme, o que torna um entretenimento barato. Podemos dizer que a indústria do cinema andou na contramão da crise”, diz Búrigo.

Surpresas
O filme A Cabana surpreendeu em número de público, na visão do responsável pelo cinema em Brusque. Cerca de 8 mil pessoas viram o longa em oito semanas de exibição. Ele conta que começou “de mansinho” e de “boca em boca” acabou atraindo um grande público.

“Era um filme que não se esperava muita coisa e foi crescendo sucessivamente a cada semana. Têm coisas que são inexplicáveis na indústria cinematográfica e este é um exemplo, fez o caminho inverso”, analisa.

Aumentou o número de espectadores que foram ao cinema em Brusque em 2017/ Daiane Benso/Arquivo O Município

Por outro lado, Rei Arthur – A lenda da espada, A Grande Muralha e Os Smurfs tiveram público abaixo do esperado. “São filmes de grande conteúdo que se esperava um bom retorno, mas não emplacou”, diz.

Brasil
O público que foi ao cinema no primeiro semestre no Brasil cresceu 18,1% em relação ao ano passado. Isso significa que cerca de 46,6 milhões de pessoas foram aos cinemas nesse período.

A renda bruta no país foi de R$ 586 milhões em bilheteria, o que significa um aumento de 21,3% em relação a 2016.

Filmes mais vistos em Brusque em 2017
1º -Meu Malvado Favorito 3
2º – Velozes & Furiosos 8
3º – Cinquenta Tons Mais Escuros
4º – A Bela e a Fera
5º – A Cabana
6º – Logan
7º – Moana: Um Mar de Aventuras
8º – Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar
9º – Homem aranha: De volta ao lar
10º – Mulher Maravilha

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio