Conteúdo exclusivo para assinantes

Criação de transporte universitário próprio é questão de logística, diz prefeito de Guabiruba

Até o ano passado, universitários guabirubenses utilizavam o transporte da Prefeitura de Brusque

Criação de transporte universitário próprio é questão de logística, diz prefeito de Guabiruba

Até o ano passado, universitários guabirubenses utilizavam o transporte da Prefeitura de Brusque

O prefeito Matias Kohler afirma que a mudança no transporte universitário de Guabiruba a partir deste ano é uma questão de logística. Até o ano passado, os estudantes universitários do município utilizavam o transporte para as faculdades de Itajaí, Balneário Camboriú e Blumenau oferecido pela Prefeitura de Brusque, por meio de um convênio entre as duas cidades.

Para este ano, entretanto, a licitação para o transporte universitário próprio de Guabiruba já está em andamento e, na visão do prefeito, deve facilitar a vida dos estudantes e proporcionar maior controle e gerenciamento por parte da administração.

“A nossa demanda está crescendo muito e nós já tínhamos que levar os alunos de Guabiruba até Brusque, para pegarem o ônibus lá e assim irem para Itajaí, Balneário ou Blumenau. Então, como já fazíamos uma parte do trajeto, entendemos que seria mais favorável fazer tudo direto por aqui”, diz.

A Prefeitura de Guabiruba tinha um custo por aluno e, conforme o número de estudantes transportados, fazia o ressarcimento para Brusque, dentro do convênio.

Por mês, a prefeitura pagava em torno de R$ 16 mil para a empresa Santa Luzia e outros R$ 16 mil para a empresa Santa Terezinha. Ainda não se sabe qual valor será investido no transporte universitário próprio, já que a licitação ainda está em andamento.

“Os estudantes saem direto de Guabiruba, diminui também o tempo de viagem, não precisa trocar de ônibus, por isso a gente julga que será benéfico para o município e para os próprios alunos”, afirma o prefeito.

Valores insuficientes
No ano passado, a Prefeitura de Brusque enfrentou uma série de problemas relacionados ao transporte universitário. Por várias vezes, os universitários reclamavam de superlotação nos ônibus, enquanto que a prefeitura alegava que pessoas que não tinham direito ao transporte o estavam utilizando.

O secretário de Governo e Gestão Estratégica de Brusque, William Molina, também chegou a afirmar que alunos de municípios vizinhos utilizavam o transporte sem a contrapartida adequada.

Para o governo de Brusque, o valor pago pela prefeitura de Guabiruba, por exemplo, pelos  estudantes beneficiados pelo convênio, era inferior aos custos para o transporte desses alunos.

Para este ano, a ideia da Prefeitura de Brusque é rever o valor dos convênios com as empresas para as cidades vizinhas.

Inscrições
As inscrições para o transporte universitário de Guabiruba devem ser feitas até 31 de janeiro. Os interessados deverão comparecer na Secretaria Municipal de Educação, localizada na rua 10 de Junho, n° 253 (anexo à Câmara Municipal de Vereadores), entre às 8h e 12h e 13h30 e 17h e retirar o formulário com o servidor Eduard de Gois.  

O transporte é concedido aos estudantes universitários de Guabiruba regularmente matriculados em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação nas cidades de Brusque, Blumenau, Itajaí e Balneário Camboriú.

O transporte inicia dia 5 de fevereiro para os estudantes de faculdades de Brusque e 26 de fevereiro para as outras cidades.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio