Conteúdo exclusivo para assinantes
Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Criciúma deve ganhar destaque no governo Pinho Moreira

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Criciúma deve ganhar destaque no governo Pinho Moreira

Raul Sartori

República de Criciúma
Analistas políticos já começam a sinalizar o surgimento da “República de Criciúma” no time maior do governador em exercício Eduardo Pinho Moreira. A cidade sulina, base política dele, está emplacando o terceiro nome no primeiro escalão, a ex-deputada federal Romanna Remor, na Secretaria de Assistência Social. Os outros dois nomes são de Acélio Casagrande, na Saúde, e Luiz Fernando Vampiro, no Deinfra.

Faz de conta
É o país da piada pronta. O Tribunal de Contas do Estado, após analisar as contas dos prefeitos, emite seu parecer, pela aprovação ou não. No caso de rejeição ou ressalvas, quem decide se elas passam ou não, mesmo havendo irregularidades gritantes, é a Câmara de Vereadores.

Loteamento
Dentre os 185 detentores de cargos comissionados que serão extintos com a desativação de 15 das 20 Agências de Desenvolvimento Regional estão vários vereadores, ocupando vagas que deveriam ser de técnicos. Em todo esse tempo na sinecura – a maioria não dá expediente – o mais que fizeram e fazem é usar o cargo para fins políticos, tanto que vários serão candidatos em outubro. Que cada leitor eleitor desta nota confira isso na sua cidade e região, tire sua conclusão e faça sua opção na urna.

Avaliação
O ex-reitor da Universidade de Brasília (UnB), Ivan Camargo, deu entrevistas dizendo que o professor catarinense Luís Felipe Miguel, que propôs e vai ministrar a polêmica disciplina “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil” a partir do próximo dia 5, é conhecido e respeitado na instituição e que não imagina que “ele utilizará de critérios ideológicos ou partidários para definir o desempenho do aluno nas avaliações”. A conferir.

Diferenças
O ministro Admar Gonzaga, relator de uma ação, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em que os diretórios municipais de Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba pedem a impugnação da mudança do nome do partido (de PMDB para MDB), pediu aos caciques nacionais que se manifestem nesta semana.

Samu e Bombeiros
O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) vem acompanhando de perto a continuidade das ações iniciadas durante sua gestão na Secretaria de Estado da Saúde, em 2017. Sexta-feira avistou-se com o gerente estadual do Samu, coronel João Batista Cordeiro Júnior, em Jaraguá do Sul, para acertar detalhes da integração dos serviços, que ocorrerá nos próximos dias no município. A ação encurtará o tempo de resposta nos atendimentos, com economia para os cofres públicos. Caropreso em breve visitará outras unidades integradas no Estado.

Entendendo Joyce
A crítica literária nacional está elogiando a façanha da catarinense Dirce Waltrick do Amarante, respeitada ensaísta e escritora, professora dos cursos de Artes Cênicas e de pós-graduação em Estudos da Tradução, ambos da UFSC, que acaba de fazer uma desafiadora tradução para o português do romance “Finnegans Wake” (“Por um fio”, em tradução literal) do autor irlandês James Joyce, publicado em 1939. É tido como um dos grandes marcos da literatura experimental por ter sido escrito em uma linguagem composta pela fusão de outras palavras, em inglês e de cerca de outras 65 línguas, tendo assim uma multiplicidade de significados.

Chape
Serão anunciados hoje em Mônaco, os vencedores do Prêmio Laureus World Sports 2018, após a votação da mídia esportiva de todo o mundo. O Brasil e SC estarão presentes com a Chapecoense, indicada para os prêmios de Retorno do Ano e de melhor momento esportivo de 2017.

Devastação
Durante o Seminário “Santa Catarina (ainda) é Mata Atlântica”, quinta e sexta-feira, em Florianópolis, a pesquisadora da fundação SOS Mata Atlântica, Marcia Hirota, deu uma informação impactante: entre 2015 e 2016, houve um aumento de 57% no desmatamento de mata atlântica em SC, o equivalente a 1,054 hectares. Estudos e mapas da pesquisadora subsidiarão ações do MP-SC e de conservação e preservação.

Autodeclaração
Inexplicavelmente extinta em 2014, voltou a funcionar este ano, após denúncias de fraude, na UFSC, por exigência do Ministério Público, uma comissão para validação da autodeclaração de pretos, pardos e indígenas aprovados no Vestibular ou Sisu. A comissão é formada por servidores da universidade, estudantes e representantes do movimento negro externo à instituição. Os diretamente envolvidos tem destacado, em redes sociais, a completa isenção da comissão. Que bom.

Machista
Sim, é machista, conservadora e misógina a declaração feita na tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado Roberto Salum (PRB), que em discussão tensa com a colega petista Ana Paula Lima, sobre a desativação das Agências de Desenvolvimento Regional, disse que “não debate com mulher”. Explicou depois, meio arrependido, que “quando eu falei que não discutia com mulher é porque a senhora corre”, querendo dizer que prefere bater boca com marido dela, o deputado federal, Décio Lima, “porque ele não corre e tem mais experiência”.

Trampolim
Diariamente, se lê, vê ou ouve dizer desse e daquele presidente de sindicato, em dezenas de municípios de SC, que não fizeram nada em seus mandatos e agora aparecem, como se fossem salvadores da pátria, como pré-candidatos a deputado estadual ou federal. Será que eles tem certeza de que enganarão todos como pensam?

Sem partido
O movimento Escola sem Partido reagiu à iniciativa da Universidade de Brasília que criou a disciplina “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil” que, se não for suspensa, tal a imensa polêmica que vem gerando, será ministrada a partir do dia 5 de março pelo professor catarinense Luís Felipe Miguel. O fundador do movimento, Miguel Nagib, diz que “o princípio da impessoalidade significa que um servidor público não pode agir movido por preferências ideológicas”. Correto.

Sem toga
Em despacho assinado na semana passada, o governador Eduardo Pinho Moreira acompanha decisões anteriores da OAB-SC e TJ-SC que haviam suspenso, em maio de 2017, a eficácia dos atos administrativos que culminaram na escandalosa eleição do advogado Alex Heleno Santore à vaga de desembargador pelo quinto constitucional. O governador Raimundo Colombo, apesar de notificado, não suspendeu a nomeação, agora feita rapidamente por seu sucessor, afastando suspeitas de que o nome do causídico poderia voltar a candidatar-se à próxima vaga no Judiciário estadual. Para tanto, apesar da ousadia, teria suporte de fortes apadrinhados, tanto na política como na toga.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio