Depois do título catarinense de 2013, no último ano em que disputou a Série A do Campeonato Brasileiro, o Criciúma apresentou uma certa regularidade: ficou em terceiro lugar nas edições de 2014, 2015 e 2017, amargando uma sexta colocação em 2016. Há cinco anos sem títulos e com raras campanhas empolgantes a nível nacional, o Tigre está ansioso para dar o rugido de “é campeão” novamente.

O ano de 2018 tem novidades já no comando do time. Lisca “Doido” assumiu a missão de levar o Criciúma ao seu 11º título catarinense. Em 2017, o técnico iniciou a temporada no Paraná e a encerrou no Guarani.

Até o fechamento desta edição, nove reforços foram contratados pelo Tigre: o zagueiro Sandro (ex-Santa Cruz), o lateral esquerdo Eltinho (ex-ABC), os meias Caio (ex-Desportivo Brasil-RS), Wallacer (ex-Juventude), Elvis (ex-CRB, retorna ao Criciúma depois de passagem em 2016); e os atacantes Mailson (ex-Jeju United, da Coreia do Sul), Lucas Coelho (ex-Grêmio), João Paulo (emprestado pelo São Paulo) e Siloé — que se destacou na Copa do Brasil de 2011 jogando pelo Horizonte-CE. Dos remanescentes, destaque para o goleiro Luiz e para o meia Alex Maranhão.

Apenas um jogo-treino foi disputado na pré-temporada. O placar foi um sonoro 8 a 0 contra o Rui Barbosa, time amador de Morro da Fumaça, pequeno município que faz limite com Criciúma.

O Tigre estreia nesta quarta, 17, contra o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, às 21h45.

Jogos contra o Brusque:

5ª rodada – 31/01 – 20h30
Brusque x Criciúma
Augusto Bauer

14ª rodada – 18/03 – 17h
Criciúma x Brusque
Heriberto Hülse

Deixe uma resposta