Curiosidade: Estação Espacial Internacional é observada no céu de Brusque

Ponto reluzente no céu do município foi avistado por brusquenses no anoitecer de quinta-feira

Curiosidade: Estação Espacial Internacional é observada no céu de Brusque

Ponto reluzente no céu do município foi avistado por brusquenses no anoitecer de quinta-feira

No início da noite de quinta-feira, 27, alguns brusquenses perceberam uma movimentação diferente no céu. Na hora, muitos pensaram que o ponto brilhante poderia ser um avião ou ainda uma estrela, mas na verdade, era a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) que passou rapidamente pela cidade.

O astrônomo e diretor do Observatório Astronômico de Brusque, Silvino de Souza, explica que a Estação Espacial é como um grande satélite, que tem o tamanho aproximado de uma casa de 150m² e, geralmente, pode ser vista a olho nu durante o anoitecer. “Na quinta-feira ela estava um pouco mais próxima e passou em uma posição privilegiada, então deu pra observar bem”.

De acordo com ele, a passagem da Estação Espacial por Brusque é comum, por isso, quem não viu, terá outras oportunidades. “Dependendo da época, ela fica melhor visível no Sul ou no Norte. Desta vez, ela estava legal para observar aqui”.

O astrônomo destaca que a Estação Espacial está numa distância de 370 km da Terra, por isso, o que faz ela refletir não é sua luz própria, mas a do Sol refletida em seus painéis solares. “Muitas pessoas chegam a ligar para o Observatório dizendo que viram disco voador, porque ela não pisca, tem um brilho fixo e geralmente quando está mais próxima do horizonte ela parece mais fraca e quando está no meio do céu, ela brilha um pouco mais. Por isso, muitas vezes ela fica mais brilhante que o planeta Vênus que é visível no pôr do sol”.

Sobre a ISS

A Estação Espacial Internacional é um laboratório em órbita resultante de um consórcio firmado entre países como Estados Unidos, Rússia, Japão, Alemanha e Canadá. “Cada país tem uma cota para mandar astronauta para o espaço. O Brasil, inclusive, mandou o Marcos Pontes, em 2006”, destaca o astrônomo.

Segundo ele, o principal objetivo da estação é treinar o organismo humano vivo no espaço para missões futuras à Marte. “Como não tem gravidade, eles [astronautas] têm que se adaptar a um longo período no espaço”, diz.

Na ISS, os astronautas também realizam vários tipos de pesquisa. “Desde equipamentos de nanotecnologia até medicina. Eles fazem experimentos como vacinas, fazem testes para medicamentos para combater Aids, câncer, diabetes. Como no espaço não tem gravidade, para manipular esses medicamentos é muito mais fácil”.


Observatório Astronômico

Quem quiser saber mais sobre astronomia e a Estação Espacial Internacional, pode ir até o Observatório Astronômico de Brusque. O local fica aberto para visitação no segundo e terceiro sábados de cada mês das 19h às 22h (com o céu estrelado). A entrada é gratuita. O Observatório está localizado na Avenida das Comunidades, 111, no Centro, atrás da Faculdade São Luiz.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio