Curioso, Torneio de Vaca Motorizada reúne peões da região em Brusque

Evento ocorre no CTG Laço do Bom Vaqueiro, em frente ao pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof

Curioso, Torneio de Vaca Motorizada reúne peões da região em Brusque

Evento ocorre no CTG Laço do Bom Vaqueiro, em frente ao pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof

Quem for ao CTG Laço do Bom Vaqueiro, em frente ao pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof, neste sábado, 18, e domingo, poderá acompanhar uma competição de laço um pouco diferente. Em vez de bois, os peões laçam vacas mecânicas, puxadas por motos. Isso será visto no Torneio de Vaca Motorizada, organizado por dois moradores de Brusque, que ocorre no fim de semana.

Para quem não está habituado ao meio de rodeios, o nome vaca motorizada soa estranho. A primeira imagem que vem à cabeça é a do touro mecânico. Mas não tem nada a ver. Neste caso, a vaca é de madeira e fixa numa base, que é puxada por uma moto.

O peão vai de cavalo tentar laçar a vaca. Vanussa Nogueira, uma das organizadoras, diz que esse tipo de competição é mais um treino para os peões. Ela é membro do CTG e frequenta há algum tempo rodeios e torneios de vacas motorizadas pela região. “Nós participamos em outras cidades da região e resolvemos fazer aqui, para chamar os amigos”, conta.

Segundo Vanussa, o custo para realizar um torneio de vaca motorizada também é bem menor do que se fosse com um animal. Um boi custa caro, precisa de licenças e de cuidado especial. Diferentemente do Rodeio Crioulo, a proposta do torneio foi ser mais familiar e de menor porte, para apresentar o evento para os brusquenses.

Joel Espíndola, também um dos organizadores, diz que o objetivo principal foi montar um torneio para que os amigos de cidades da região pudessem se reunir. Vieram pessoas de Itajaí e Blumenau.

Formiga, como é conhecido entre os peões, veio de Itajaí. Jovem, ele narra rodeio há cerca de um ano. Amigo de Joel e Vanussa, não pensou duas vezes em vir para Brusque para prestigiar o evento.

Assim como ele, Leandro Vieira, atualmente morando em Brusque, também narrou as provas. Ele também destaca a amizade entre os competidores como ponto principal do evento.

Não há cobrança de estacionamento e entrada para acompanhar as provas. O torneio segue à tarde e domingo, a partir das 8h.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio