Página 3

Bastidores da política e do judiciário, opiniões e críticas sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro dos impostos pagos pelo cidadão

De janeiro a maio, foram criados quase 2 mil postos de trabalho em Brusque

  • Por Página 3
  • 6:30
  • Atualizado às 17:39
Página 3

Bastidores da política e do judiciário, opiniões e críticas sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro dos impostos pagos pelo cidadão

De janeiro a maio, foram criados quase 2 mil postos de trabalho em Brusque

  • Por Página 3
  • 6:30
  • Atualizado às 17:39
  • +A-A

Novos empregos
O município de Brusque abriu 155 novos postos de trabalho no mês de maio, segundo dados recentemente revelados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. No mês passado, foram admitidos 1.870 trabalhadores, enquanto foram demitidos 1.715 durante o mesmo período, fato gerador do saldo positivo na empregabilidade.

Histórico
No mês que passou, o município segue na tendência de contratar mais trabalhadores do que demiti-los. Só em janeiro foi registrado saldo negativo na geração de empregos, o que foi invertido de fevereiro a maio. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, as empresas de Brusque contrataram 10.116 pessoas, e demitiram 8.393: na prática, 1.723 novos postos de trabalho.


Ponto facultativo
O prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, ex-presidente da Assembleia Legislativa, editou decreto no qual acaba com uma anomalia inerente ao serviço público brasileiro: o ponto facultativo. Pelo menos até o fim do seu mandato, o funcionalismo público terá que fazer o óbvio, se houvesse vergonha na cara: trabalhar em dias que não são feriados, e que toda a iniciativa privada trabalha. Aqui na região, não há culhões dos governantes para que uma medida desta magnitude seja levada adiante.


Golpes aos contribuintes
Os contribuintes que receberem uma correspondência pelos Correios em nome da Receita Federal devem ficar atentos. Criminosos estão enviando falsas intimações em nome do Fisco para a regularização de dados cadastrais. Tradicionalmente aplicado por e-mail, esse tipo de golpe mescla correspondência tradicional e internet. Na falsa intimação, há um endereço eletrônico, sem relação com a Receita Federal, para acesso e atualização de dados bancários. Ao clicar no link, o contribuinte cai numa página falsa que instala vírus e programas maliciosos que roubam dados pessoais, bancários e fiscais armazenados no computador.

Ignorar
O Fisco orienta o contribuinte a ignorar e destruir a correspondência – que tem o logotipo e o nome da Receita Federal – e jamais entrar no endereço eletrônico indicado. “A carta é uma tentativa de golpe e não é enviada pelo órgão nem tem sua aprovação”, informa a Receita por meio da assessoria de imprensa.


EDITORIAL

O Município 63 anos

Hoje é dia 26 de junho de 2017.

São 00h11, 15,9 graus. O jornal O Município acaba se ser impresso com a edição 6286. São 24 páginas coloridas que ganharam forma e estampam as notícias elaboradas no fim de semana.

No destaque, a vitória e classificação do Brusque, a paixão por quadrados, o resultado da gincana do Cônsul, a tradição da Festa de São Luis Gonzaga, a febre do novo brinquedo da criançada e o aniversário do jornal.

Às vezes não nos demos conta da quantidade de matérias e assuntos abordados por dia. Só ontem foram 78. Isso sem contar os serviços (nascimentos, falecimentos, aniversários), os editais, os anúncios que também geram informações para os leitores. Imagina-se que, não fosse o jornal, que amigo ou familiar poderia nos contar tantas novidades, com qualidade e ainda com imagens para ilustrar?  

São 2h37, 15,3ºC, o jornal chega em Brusque. Ele foi preparado, embalado, etiquetado e até as 8h percorreu quase mil quilômetros para chegar à casa de todos os seus assinantes e bancas.

Com o tempo, aumenta a expectativa de quem nos lê. Por isso precisamos buscar sempre ser melhores, criativos, proativos, para atender a esta expectativa

Depois de 6 mil jornais entregas tivemos uma falta e, de imediato, providenciamos sua reposição. Entendemos que cada cliente é único e deve ser atendido plenamente, mas se fossemos utilizar uma terminologia industrial, teríamos, estatisticamente, 0,016% de desconformidade na entrega.

São 6h30 e entra no site a matéria sobre a família brusquense que deu a volta ao mundo e que agora busca recursos para lançar um livro sobre esta aventura.

Mesmo não tendo nenhuma ocorrência na madrugada, que frequentemente abre os trabalhos mais cedo, até o meio-dia, já havia 15 publicações, sendo uma de conteúdo patrocinado, que é a nova modalidade de anúncio na internet.

O jornal é um gerador de conteúdo e por isso temos o portal com a maior quantidade de publicações da região e que também tem a maior quantidade de engajamentos nas mídias sociais.

São 8h. A temperatura chega aos 16,4ºC e as portas do jornal se abrem. O clima no jornal é de alegria, pois passamos no fim de semana a barreira de 1 milhão de visualizações em nosso site (omunicipio.com.br), um novo e breve recorde, que vem sendo vencido por esta equipe comprometida e competente.

Neste horário o jornalista Cristóvão Vieira já está a caminho de Florianópolis para uma entrevista com o governador Raimundo Colombo. Tal deferência é resultado de um trabalho de longo prazo, que colhe hoje o reconhecimento a nível estadual de nosso jornal e que proporciona situações exclusivas como esta.

Às 8h15 inicia a reunião no comercial para apresentação de dois novos projetos: Dia da Pizza e Festival Nacional da Cuca. São projetos únicos, criativos e de impacto para os clientes do jornal, aliando, nos dois casos, as plataformas on e offline, mostrando o quanto engajamos soluções comerciais com as novas tecnologias.

São 10h. O editor Andrei Paloschi e a repórter Bárbara Sales conversam com um operador de drone. O objetivo é buscar a última tecnologia para utilizar no caderno de Brusque, que será lançado em agosto, mas que já está sendo produzido, afinal, sem planejamento não chegamos a lugar nenhum.

Ao fim da reunião, no corredor, uma conversa do editor com o gerente comercial para a ideia do projeto que vai concorrer ao Prêmio Fiesc de Jornalismo deste ano. Queremos novamente ser finalistas e suplantar o segundo lugar conquistado ano passado.

Não deu meio-dia ainda, mas acertamos, definitivamente o novo sistema financeiro que vai integrar a plataforma digital no formato paywall. Aprovamos os detalhes da integração dos novos colaboradores. Pagamos nossos fornecedores e impostos mantendo as contas em dia. Realizamos assinaturas. Fechamos negócios com clientes que acreditam e utilizam o jornal como ferramenta de divulgação de seus produtos e serviços.

Este é relato resumido das atividades que desenvolvemos ontem até o meio-dia. É uma fração mínima que traduz um pouco de nosso trabalho. Ele não tem um início nem fim. Acontece a cada momento do dia. Tudo para levar a você a melhor informação independente da plataforma e do tempo.

Chegar aos 63 anos é uma conquista, mas não é garantia de continuidade. Com o tempo, aumenta a expectativa de quem nos lê. Por isso precisamos buscar sempre ser melhores, criativos, proativos, para atender a esta expectativa e poder continuar a ser seu companheiro em todos os momentos, em qualquer lugar, hoje e sempre.

Obrigado.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio