Defesa Civil de Brusque monitora o nível do rio Itajaí-Mirim

Segundo o órgão o nível do rio deve se estabilizar

Defesa Civil de Brusque monitora o nível do rio Itajaí-Mirim

Segundo o órgão o nível do rio deve se estabilizar

A Defesa Civil de Brusque informa que apesar do tempo instável o nível do Rio Itajaí-Mirim já dá sinais de estabilização. De acordo com o sistema de telemetria, que acompanha o volume de chuvas em Brusque e região, e com informações de órgãos de previsão do tempo, houve um acúmulo de chuva de cerca de 40 milímetros no município desde o meio-dia de segunda-feira, 22 de outubro. Em Botuverá choveu o equivalente a 51,6 milímetros e em Vidal Ramos 72,2 milímetros. 

Às 10 horas desta terça-feira, 23, o nível do rio estava em 3,84 metros, influência da vazão que acontece das águas que vêm de Vidal Ramos e Botuverá, porém não deverá aumentar muito mais do que essa medida. “Talvez chegue aos 4 metros, dependendo da quantidade de chuva durante a manhã, especialmente nas cidades a montante”, explica o Evandro de Melo do Amaral.

Segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri/Ciram), a chuva deverá continuar calma, com a presença de sol no período da tarde. “Informamos ainda que o Rio Itajaí-Mirim extrapola a sua calha com 5,70 metros nas proximidades da Ponte Estaiada e a nossa previsão é que não atinja essa marca. Caso aconteça alguma mudança climática repentina e a chuva continue persistente, principalmente nos municípios de Botuverá e Vidal Ramos, a Defesa Civil de Brusque manterá equipes em alerta para informar e auxiliar a população em caso de necessidade”, destaca o diretor. 
 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio