Demanda por energia elétrica em 2014 cresce mais que o dobro dos anos anteriores

O recorde de consumo em Santa Catarina foi atingido em 22 de janeiro, às 14h30

Demanda por energia elétrica em 2014 cresce mais que o dobro dos anos anteriores

O recorde de consumo em Santa Catarina foi atingido em 22 de janeiro, às 14h30

O calor muito acima da média registrado nos últimos dias fez o consumo de energia crescer em todas as regiões de Santa Catarina, e o crescimento do consumo exige maior disponibilidade de energia. 

Na área de área de concessão da Celesc, onde são atendidas quase 2,6 milhões de unidades consumidoras, foram registrados recordes de demanda máxima na semana passada, ou seja, o momento em que mais se exigiu energia disponível para atender o volume do consumo. No dia 21 de janeiro, às 15h30, a demanda chegou a 4.358 MW e no dia seguinte, 22, esse recorde foi batido novamente às 14h30, com demanda máxima de 4.596 MW.

O último recorde havia sido de 4.132 MW em 21 de fevereiro de 2013. Com isso, a demanda máxima por energia apresentou variação de 11,25%. Nos últimos cinco anos, a média de crescimento estava na casa dos 4 a 5%.

Em todo o Brasil, de acordo com dados da PUC/RJ, a principal causa dos grandes picos de demanda é o uso intensivo de refrigeração, especialmente nas primeiras horas da tarde com altas temperaturas. Os cálculos da PUC/RJ apontam que 80% do consumo do setor de comércio está dirigido para suprir os sistemas de ar condicionado. Em dias mais amenos, o pico continua sendo no horário historicamente tradicional.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio