Denominação do bloco de oposição gera debates na Câmara de Brusque

Líder diz que grupo será chamado de Vereadores por Brusque e não de oposição

Denominação do bloco de oposição gera debates na Câmara de Brusque

Líder diz que grupo será chamado de Vereadores por Brusque e não de oposição

Os ânimos se acirraram na noite desta terça-feira, 27, durante a sessão da Câmara de Vereadores de Brusque. Tudo começou com o pronunciamento do vereador Sebastião Lima (PSDB) que declarou que o grupo de oposição formado por ele – como líder – Jean Pirola (PP), Ana Helena Boos (PP), Marcos Deichmann (PEN), Paulo Sestrem (PRP), Leonardo Schmitz (DEM) e Claudemir Duarte (PT) devem ser chamados de “vereadores por Brusque”, e não de grupo de oposição.

“Há uma confusão em que o vereador para exercer seu papel deve ser de oposição ou situação. Fomos eleitos não para prejudicar a prefeitura, mas para trabalhar junto, fazendo os apontamentos necessários. Não vamos fazer oposição por oposição, por isso queremos ser chamados de vereadores por Brusque”, explica.

Entretanto, o vereador Ivan Martins (PSD) não gostou da nomenclatura utilizada pelo líder de oposição e, em seu pronunciamento, rebateu, classificando a afirmação como demagogia.

“O vereador foi infeliz quando intitulou o grupo como ‘vereadores por Brusque’, insinuando que os outros que não fazem parte, são contra a cidade. A nomenclatura oposição e situação é regimental”, diz. “A oposição é altamente salutar, é um dos tripés da democracia do país, sem oposição nada funciona, mas se o senhor não gosta da palavra oposição, não deveria ter assinado o documento que formou o grupo, lá está escrito: oposição”.

Lima respondeu as afirmações de Martins. Ele diz que tem um compromisso com o eleitor e, consequentemente, com a opinião de cada um deles.

“A palavra oposição me incomoda. O que sabemos de oposição é que o grupo que perde fica contra quem está no poder e dificulta para que o governo não ande. Assim, ele faz o seu nome e tem mais visibilidade na próxima eleição. E não é isso que nós queremos. A intenção do nosso grupo é contribuir para o desenvolvimento da cidade”.

Outros vereadores que integram o bloco de oposição, também se manifestaram. Marcos Deichmann (PEN) afirmou que é oposição e que vai continuar cobrando ações do governo de Brusque. Paulo Sestrem (PRP) disse que entendeu o que Lima quis dizer e que concorda com ele. “Estamos aqui para trabalhar por Brusque”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio