Depois de quase 20 anos, Platz encerra atividades

Administrador do espaço, no entanto, não descarta participar do novo edital de concessão

Depois de quase 20 anos, Platz encerra atividades

Administrador do espaço, no entanto, não descarta participar do novo edital de concessão

No último domingo, 8, a choperia Platz, um dos pontos de encontro mais tradicionais de Brusque, encerrou as atividades. O estabelecimento funcionava na praça Barão de Schneeburg, localizada no Centro, há 19 anos por meio de uma concessão da prefeitura do município.

Segundo o administrador da Platz, Marlon Sassi, o fechamento da choperia está relacionado ao fim do contrato com a administração municipal. A concessão do imóvel havia sido encerrada em janeiro deste ano e a Platz estava ocupando o espaço temporariamente.

Em conversa com o jornal Município Dia a Dia, Sassi falou sobre a história do estabelecimento, sobre a atual situação da praça, sobre a possibilidade de retomada do local após o lançamento do novo edital de concessão e sobre os detalhes do fechamento da choperia que, quando encerrou as atividades no domingo, contava com 15 funcionários.

 Segundo o administrador da Platz, Marlon Sassi, o fechamento da choperia está relacionado ao fim do contrato com a prefeitura. / Foto: Juliana Eichwald
Segundo o administrador da Platz, Marlon Sassi, o fechamento da choperia está relacionado ao fim do contrato com a prefeitura. / Foto: Juliana Eichwald

Motivo do fechamento

“O real motivo é o fim da concessão que foi feita. Segundo a última reportagem do jornal, a prefeitura está com projeto para reformar. Também estão acontecendo obras no Centro e acredito que seja o momento correto para que se faça as reformas e que se entregue para o povo de Brusque um lugar bonito. Está bem claro pra gente o nosso estilo de administrar. Se você olhar a Sassipan [panificadora], o Diverty [casa de festas] e o Spazio Sassi [centro comercial], vai ver que é bem diferente do que hoje é a Platz. Nós gostaríamos de dar o mesmo padrão à Platz, porém o contrato terminou e tem que haver uma nova licitação. Estou deixando bem claro que não estou fechando. A nossa empresa está entregando para o município o que é dele”.


Problemas do Centro

“Acho que os moradores de rua são um entrave que têm no Centro. As coisas mudaram muito. Eu venho junto ao poder público tentando ajudar, pra dar um destino e para dar uma qualidade de vida melhor para eles. A ideia é que a gente consiga tirá-los de uma situação bem constrangedora de vulnerabilidade e colocá-los em tratamento ou encaminharmos para a suas famílias”.


Falta de movimento

“O movimento de clientes estava muito ruim. Claro que se hoje estivéssemos com um grande movimento o fechamento não aconteceria. Mas todo comércio precisa de gás. E isso requer investimento financeiro. E investimento financeiro se faz com amortização. Sem contrato, o tempo que tínhamos no local era incerto e não caberia investimentos. Seria uma loucura da nossa empresa em um momento tão difícil do país colocar valores em coisas que não temos certeza de ter um retorno”.


Turistas

“Eu acho que o turista não vem para o Centro do jeito que o Centro está hoje. Eu acho que não é o momento de ele vir. E eu até não gostaria que ele viesse para o Centro para ver isso o que está acontecendo. Estamos passando por reformas com a obra do PAC e também a choperia fechada. Acho que a praça tem que ter uma choperia. Já falei da outra vez, o Centro sem uma choperia na praça é como um shopping center sem uma praça de alimentação”.


Nova licitação

“Eu acho que o que falta é uma reforma na Platz. É dar uma sobrevida. Depois de 20 anos, fomos fazendo investimentos, mudamos bastante coisas. Tínhamos uma cozinha industrial no segundo andar. Fizemos investimentos. Só que agora não é o momento mais para investimos porque nós não temos o contrato. Quem sabe se vier um projeto bonito nós participamos da licitação e sejamos um candidato também”.


História 

“A nossa família abraçou essa causa por 20 anos e aprendemos a gostar da ideia da Platz. A concessão foi dada à Construtora Vilamoski e um ano depois, com uma autorização do prefeito Hilário Zen, a construtora sublocou para nós. A Platz é tudo de bom e a praça bem utilizada é muito boa também”.


Reforma na praça

 

Conforme noticiado pelo jornal Município Dia a Dia há cerca de um mês, a prefeitura reestruturará a Praça Barão de Schneeburg. Segundo o procurador-geral do município, Sergio Bernardo Junior, a modificação de maior impacto será no espaço que era ocupado pela Platz até o último domingo, 8. Ele disse ainda que a maquete eletrônica do projeto seria divulgada pelo Departamento-Geral de Infraestrutura (DGI).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio