Rosemari Glatz

Professora da Unifebe

Desfiles de Natal – unindo gerações e fortalecendo a cultura

Rosemari Glatz

Professora da Unifebe

Desfiles de Natal – unindo gerações e fortalecendo a cultura

Rosemari Glatz

Novamente é dezembro e com ele chegou a temporada de desfiles de Natal. Brusque vai realizar seu desfile neste sábado, 9, às 20h, na avenida Cônsul Carlos Renaux, marcando a volta do evento natalino ao calendário da cidade que não teve desfile nos anos de 2015 e 2016. Segundo consta, a ideia é retomar definitivamente o Desfile de Natal e torná-lo uma tradição em Brusque, somando-se à vizinha Guabiruba cujo desfile já é destaque regional e tem atraído turistas de todos os cantos.

Desfile de Natal Mágico
Ao que tudo indica, Guabiruba já consolidou seu Desfile de Natal Mágico. Inserido em ampla programação, a edição de 2017 chamou a atenção pela grande quantidade de pessoas que acompanhou o desfile que contou com a participação de 21 grupos que juntos somaram mais de mil integrantes. Realizado na noite do dia 3 de dezembro, milhares de pessoas se reuniram para assistir ao desfile que contagiou o público e durou 1 hora. Uma das novidades deste ano foi a música própria criada especialmente para a ocasião: Natal Mágico em Guabiruba, composta pelo brusquense Didi Maçaneiro e interpretada por Bia Barros. A proposta do município é de que a população reconheça a música e participe cantando.

Destaque para a organização
Numa análise mais detalhada, a organização esmerada do desfile, tanto por parte dos grupos quanto por parte do poder público, chamou a atenção. A estimativa é de que aproximadamente 10 mil pessoas lotaram a rua Brusque para prestigiar o desfile. E, ainda assim, após a queima de fogos de artifício que fechou o desfile, o que se viu foi as pessoas se dirigindo lentamente, de forma ordeira, para deixar o local e voltar para suas casas. Houve formação de longas filas de veículos para sair da cidade, tanto pela rua São Pedro quanto pela rua dos Imigrantes, mas tudo fluiu com absoluta tranquilidade e ordem. Também chamou a atenção o fato de que, mesmo com tamanha multidão numa cidade cuja população é de 23 mil habitantes, as ruas estavam limpas após o desfile, sem lixo jogado no chão.

WeihnachtsLichter
Dentro da programação de Natal, outro evento que está se fortalecendo ano após ano é o WeihnachtsLichter (Natal Iluminado). Promovido pela Associação Visite Guabiruba (Avigua), o concurso de decoração natalina iluminada tem por objetivo fortalecer a tradição regional do Natal, estimular o espírito natalino e tornar Guabiruba mais bela para as festividades, além de atrair turistas e fomentar as vendas do comércio regional. Aqueles que apreciam decoração natalina, já podem circular pelo centro e pelos bairros de Guabiruba e se encantar com a linda decoração.

Terra do Pelznickel
Guabiruba se autodenomina como a “Terra do Pelznickel” e ele já é “marca registrada”, fruto de uma tradição que vem sendo passada de pai para filho desde a imigração alemã que colonizou a cidade a partir de 1860, e que continua encantando crianças e adultos até hoje. No tempo de Natal, o Pelznickel sai às ruas com vestes em trapos com muita barba de velho, folhas, chifres de animais, chicotes, correntes fazendo muito barulho para cobrar das crianças obediência, e se isso não acontecer ele busca as crianças para levá-las para o mato.

Cada Pelznickel é próprio. Ele mesmo faz seu traje de acordo com sua lembrança e criatividade, isso faz dele um ser único, especial, com características diferentes de acordo com a sua família e com a localidade à qual pertence. Além de participar de desfiles pelas ruas de Guabiruba nos dias 6 e 24 de dezembro, o Pelznickel pode ser visitado em sua casa no mato, chamada de Pelznickelplatz, que abre dois finais de semana no mês de dezembro de cada ano. ​

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio