Detento é agredido na UPA durante a madrugada

Agressões partiram dos companheiros de cela após vítima comentar sobre sua vida social

Detento é agredido na UPA durante a madrugada

Agressões partiram dos companheiros de cela após vítima comentar sobre sua vida social

Vanildo Batista, 38 anos, está detido na Unidade Prisional Avançada de Brusque (UPA), mas na manhã desta segunda-feira, 3 de agosto, compareceu à delegacia para registrar a agressão que sofreu de seus companheiros de cela.

De acordo com o relato da vítima, as agressões aconteceram por volta das 2 horas da manhã desta segunda-feira. Ele foi agredido por cinco internos da cela A1, por ter falado sobre sua vida social. Batista afirma que foi agredido com socos e chutes, e que os demais detentos também tentaram sufocá-lo com um cobertor.

Ainda segundo o relato, as agressões duraram cerca de meia hora, pois os detentos não o deixavam chamar por socorro. Batista diz ainda que no momento que conseguiu pedir ajuda foi atendido pelos agentes de plantão. Das agressões restaram lesões corporais na face, no olho esquerdo e na cabeça, e ainda escoriações pelo corpo.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio