Devido à recessão, motoristas optam por manutenção de itens específicos dos carros

Algumas oficinas do município já estão com as agendas lotadas até o Natal

Devido à recessão, motoristas optam por manutenção de itens específicos dos carros

Algumas oficinas do município já estão com as agendas lotadas até o Natal

Nesta época do ano, as oficinas mecânicas de Brusque começam a registrar movimento intenso. São motoristas que deixam para realizar a manutenção dos veículos no período que antecede as férias. Embora grande parte dos locais esteja com as agendas lotadas, a crise também afeta o setor. Isso, explicam os proprietários, porque a maioria dos motoristas está optando por fazer a manutenção apenas de itens específicos.

Segundo o proprietário da mecânica Paulo Vargas, Marcos Paulo Vargas, tempos atrás os motoristas chegavam ao local e solicitavam a revisão completa. Agora, no entanto, eles pedem apenas revisão de algumas peças.

“Esse ano a verba está mais curta e o pessoal está fazendo apenas o que precisa. Geralmente é troca de óleo, filtros e freios. É recomendável fazer a manutenção porque ajuda a prevenir futuros problemas no carro e também acidentes”, argumenta.

Na Paulo Vargas nesta época do ano, o aumento na procura por serviços relacionados aos veículos aumenta em cerca de 50%. O proprietário conta também que a agenda da mecânica está lotada até o Natal.

Assim como a Paulo Vargas, a mecânica Aires Fischer também está com os horários preenchidos até as vésperas do Natal. O proprietário, Rafael Bertolini, aconselha os motoristas a realizarem a manutenção dos veículos antes de pegarem a estrada.

“É importante porque preveni acidentes e diminuiu as dores de cabeça”, afirma. “A procura por manutenção preventiva aumentou, mas está um pouco menor do que no ano passado. Geralmente o pessoal procura fazer manutenção nos pneus e nos freios”, completa.

A oficina da Uvel Veículos também registra aumento significativo nesta época do ano. De acordo com o gerente de pós-venda, Gilmar Binotto, as revisões completas estão em segundo plano.

“O pessoal está buscando mais para consertar algum defeito específico antes de viajar. Eles estão arrumando o que é necessário para conseguir fazer a viagem. Temos os que ainda fazem as revisões, mas era bem maior tempos atrás do que está sendo agora”, explica.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio